Dana White abre o jogo após sucesso de Anderson Silva no boxe e faz retratação histórica sobre lenda | SUPER LUTAS

Dana White abre o jogo após sucesso de Anderson Silva no boxe e faz retratação histórica sobre lenda

Antigo patrão do brasileiro, promotor se mostra impressionado com atuações do veterano, que atropelou Tito Ortiz no último fim de semana

D. White em coletiva de imprensa pelo UFC. Foto: Reprodução/YouTube UFC

A relação de Anderson Silva e Dana White, presidente do UFC, foi de altos e baixos ao longo dos anos. O mandatário do Ultimate, no entanto, não escondeu a admiração com as últimas atuações do seu antigo pupilo, que vem dando show no boxe. Em coletiva após a última edição do ‘Contender Series’, o ‘chefão’ abriu o jogo sobre o que pensa a respeito de ‘Spider’.

LEIA: Após perder 55 kg, Montanha, de Game of Thrones, luta de Boxe neste sábado

VEJA TAMBÉM: Wand critica luta entre Belfort e Holyfield: ‘Beirou a covardia’

Veja Também

“Precisamos começar a falar novamente sobre esse cara (Anderson) como o ‘Melhor de Todos’. Não é por conta do nocaute aplicado em Tito Ortiz com 40 segundos. Ele fez com Tito exatamente o que ele deveria fazer. O nocaute em 40 segundos era o que deveria acontecer. Anderson Silva derrotou (Julio) César Chávez Jr. com 46 anos”, desabafou Dana.

Os elogios não pararam por aí. Rendido pelas performances de ‘Spider’, que se desligou do UFC no fim da temporada passada, White seguiu explicando os motivos que devem colocar o brasileiro na prateleira dos maiores nomes dos esportes de combate.

“Ele deixou o MMA, no qual ele era considerado um dos melhores, ou o melhor. Ele sai, vence Chávez Jr., no boxe, e nocauteia Tito em 40 segundos. (…) Anderson Silva deve ser o melhor de todos os tempos nos esportes de combate. Será interessante ver o que ele vai fazer na sequência”, encerrou White.

MAIS: Jake Paul rebate Dana White por luta com Anderson Silva e mira até em Amanda Nunes

No ‘Desafio de Boxe’, Silva chegou à sua segunda vitória consecutiva em 2021. Até o momento, a lenda do MMA fez duas apresentações. Depois do atropelo sobre Ortiz, o brasileiro deixou seu próximo compromisso em aberto, mas não descartou um desafio contra os ‘Irmãos Paul’.

 

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator