Michael Page se vinga e bate Douglas Lima em revanche na luta principal do Bellator 267

Lutando em casa, 'MVP' derrotou o brasileiro, ex-campeão dos meio-médios, por decisão dividida dos juízes

M. Page comemora vitória sobre D. Lima no Bellator 267 (Foto: Instagram/BellatorMMA)

Na luta principal do Bellator 267, Michael Page se vingou da única derrota sofrida na carreira, em 2019, e derrotou Douglas Lima por decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Com o apoio da torcida em Londres e fazendo ótimo uso de sua conhecida movimentação e precisão nos golpes, o MVP conseguiu a sexta vitória consecutiva na organização desde que foi derrotado por Douglas Lima no Bellator 221.

O brasileiro, por sua vez, perdeu a terceira consecutiva no Bellator. A última vitória do ex-campeão foi sobre Rory MacDonald no Bellator 232, em outubro de 2019.

PUBLICIDADE:

A LUTA

Com o apoio da torcida, Michael Page iniciou a luta com sua movimentação característica. Em uma de suas primeiras investidas, o britânico acertou um direto rápido no rosto de Douglas, que caiu mas se levantou rapidamente. Após um bonito chute giratório no vazio, Page acertou mais um direto de encontro no brasileiro, que novamente bateu no chão e voltou a ficar em pé. Paciente, Douglas Lima esperou mais uma investida do “MVP” e atacou em queda, conseguindo levar a luta para o solo. Na guarda do rival, o brasileiro soltou golpes na linha de cintura até conseguir fazer a postura e aplicar um golpe mais duro em Page antes do final do round.

O segundo assalto começou mais morno, com Michael Page menos agressivo. “MVP” tentou uma sequência de jab, direto e chute alto, mas parou na guarda de Douglas Lima. O brasileiro chutou a base do britânico, que se desequilibrou e, ao levantar, foi atingido por um upper no queixo. Na metade final do round foi a vez de Michael Page tentar uma queda bem defendida por Douglas. O brasileiro acertou um bom chute na linha de cintura de Page, que logo depois respondeu com um direto e derrubou o brasileiro. Mas rapidamente ele voltou a ficar em pé.

PUBLICIDADE:

No início do terceiro round foi a vez de Douglas Lima conseguir um knockdown. O brasileiro cruzou de esquerda e derrubou o inglês, que também se levantou rapidamente. Restando dois minutos para o final da luta, Douglas atacou e conseguiu mais uma queda com facilidade. O britânico agarrou o brasileiro com toda sua força, mas não impediu Douglas de posturar e soltar a mão esquerda com perigo algumas vezes antes do soar do gongo para o final da luta.

PUBLICIDADE:

Leah McCourt não brilha, mas vence Jessica Borga por decisão unânime

Na luta co-principal da noite, a lutadora da casa Leah McCourt derrotou Jessica Borga por decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28). Maior favorita do card, a quinta colocada do ranking peso pena (até 65,7 kg) não brilhou, mas fez o suficiente para sair com o resultado positivo.

A vitória foi a sexta consecutiva de Leah McCourt, que não perde desde sua estreia profissional, em junho de 2017. Por outro lado, Jessica Borga perdeu a segunda consecutiva e tem agora um cartel negativo com três vitórias e quatro derrotas na carreira.

Dedada no olho deixa luta entre Andrew Fisher e Robert Whiteford sem resultado

A terceira luta do card terminou de forma frustrante. Após um primeiro round movimentado, Andrew Fisher atingiu Robert Whiteford com uma dedada acidental no olho na metade do segundo assalto. Após avaliação médica, a luta foi interrompida e declarada sem resultado.

O resultado interrompe as sequências de quatro vitórias consecutivas de ambos lutadores.

Luke Trainer derrota Yannick Bahati por nocaute técnico

L. Trainer bateu Y. Bahati no Bellator 267 (Foto: Facebook/Bellator MMA)

Na segunda luta do card principal, o britânico Luke Trainer conseguiu a vitória por nocaute técnico no segundo round contra o compatriota Yannick Bahati. O triunfo de Trainer veio com um soco giratório seguido de uma linda cotovelada que levou Bahati ao chão.

Com a vitória no Bellator 267, Luke Trainer manteve a invencibilidade na carreira, com cinco triunfos, sendo dois deles pelo Bellator. Yannick Bahati, por sua vez, perdeu a segunda consecutiva na organização e tem agora um cartel com nove vitórias e seis derrotas.

Na abertura do card principal, Tim Wilde bate Yves Landu

T. Wilde bateu Y. Landu no Bellator 267 (Foto: Facebook/Bellator MMA)

A noite de sexta-feira (01) começou bem para os lutadores da casa no Bellator 267. Abrindo o card principal do evento, o britânico Tim Wilde derrotou o francês Yves Landu na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28).

A vitória foi a segunda consecutiva de Tim Wilde no cage do Bellator. “The Experiment” tem agora 14 triunfos e quatro derrotas na carreira.

Yves Landu, por sua vez, perdeu pela primeira vez na organização. O francês vinha de vitória sobre Terry Brazier no Bellator 248 e soma agora 16 triunfos e nove derrotas na carreira.

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?