Johnny Eduardo é demitido do UFC aos 43 anos, mas promete continuar carreira no MMA

Com quase 25 anos de carreira, brasileiro foi dispensado pelo Ultimate após quatro derrotas nas últimas cinco lutas

J. Eduardo foi demitido do UFC após quatro derrotas nas últimas cinco lutas (Foto: Reprodução/Instagram Johnny Eduardo)

Com quase 25 anos de carreira no MMA profissional, Johnny Eduardo não faz mais parte do elenco do UFC. O lutador foi demitido pela organização após ser finalizado por Alejandro Perez no UFC Las Vegas 38, no último sábado (2). A derrota foi a quarta do brasileiro nas últimas cinco aparições no octógono.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista ao site norte-americano MMAFighting.com, Johnny Eduardo se disse grato ao UFC pela trajetória na organização. Aos 43 anos, o lutador não pretende pendurar as luvas tão cedo.

“Sou muito grato ao UFC pela jornada. Uma porta se fecha para que outras possam abrir. Minha carreira não acabou, não vou parar. Só vou migrar para outros lugares com mais experiência. Não apenas experiência no UFC, mas experiência de três gerações de luta na luta livre, vale tudo e MMA. Estou aqui. Estou aberto a negócios e vou continuar em frente com minha cabeça erguida”, afirmou “Pretinho”.

PUBLICIDADE:

Profissional desde 1996, Johnny Eduardo estreou no UFC em 2011. O brasileiro entrou no octógono em oito oportunidades, com três vitórias e cinco derrotas. Agora, Johnny pretende ser ainda mais ativo em sua próxima organização.

“Talvez eu possa lutar até mais agora porque o UFC me prendia e eu lutava uma vez a cada dois ou três anos. Talvez agora eu possa assinar com uma organização e lutar com mais frequência. Tenho amigos no ACA (Absolute Championship Akhmat). Estou aberto e feliz, de verdade”, finalizou Johnny.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?