Dominick Reyes revela torcida para que o UFC mantenha Jon Jones após prisão: ‘quero bater nele novamente’

Reyes e Jones se enfrentaram em 2020 em luta bastante equilibrada, mas com vitória do ex-campeão na decisão unânime dos juízes

D. Reyes em luta contra J. Jones, em fevereiro de 2020. Foto: Reprodução/Instagram @domreyes24

A última prisão de Jon Jones, acusado de violência doméstica, continua sendo assunto na comunidade do MMA. O último a falar sobre o assunto foi Dominick Reyes, que já enfrentou Jones pelo cinturão dos meio-pesados em 2020 e foi derrotado na decisão unânime dos juízes laterais em luta bastante equilibrada.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista ao canal Fanatics View, Dominick Reyes criticou Jon Jones pelo comportamento fora do octógono, mas disse torcer para que o UFC mantenha o ex-campeão sob contrato para que tenha a oportunidade de “bater nele novamente”.

“Defitivamente não é ok. Não é bom para ninguém envolvido, seja Jon, seja a organização, seja a família. Não importa, é ruim para todos. Não é o primeiro caso, mas cabe à organização decidir. Eu, pessoalmente, espero que mantenham ele por perto para que eu possa bater nele novamente. Não tenho muitas palavras para isso. Ser um dos maiores de todos os tempos e fazer isso tudo, cara, supere. Esse problema que você tem, seja qual for, apenas supere, cara. Você é um dos melhores do mundo. Não entendo”, disse Reyes.

PUBLICIDADE:

O reencontro entre Dominick Reyes e Jon Jones é improvável, já que, caso retorne ao UFC, o ex-campeão lutará na divisão dos pesados (até 120,2 kg). Reyes, que perdeu suas últimas três lutas nos meio-pesados, no entanto, não descarta ir atrás de Jones.

“Bom, meu corpo muda e se adapta, posso ganhar mais peso e me tornar uma pessoa maior. Talvez eu acabe na divisão dos pesados ao fim disso tudo. Mas no momento, sou um meio-pesado. Ele já falou sobre voltar aos meio-pesados, eu não sei”, analisou Dominick.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS