Após entrar para o ‘Hall da Fama’, Jon Jones é preso acusado de praticar violência doméstica

Ex-campeão dos meio-pesados, ‘Bones’ é acusado de agressão doméstica e ‘tampering’ com veículo; acusações estão estimadas a US$ 8 mil (cerca de R$ 42,7 mil)

J. Jones havia acabado de entrar para o ‘Hall da Fama’ do UFC.
Foto: Reprodução/Instagram @jonnybones

Apenas um dia depois de ser homenageado pelo ‘Hall da Fama’ do Ultimate, Jon Jones se envolveu em mais uma polêmica e voltou a estampar as capas policiais. Nesta sexta-feira (24), o ‘Bones’ foi preso em Las Vegas (EUA), pelo crime de agressão doméstica. A informação foi divulgada pelo jornalista Aaron Bronsteter, da ‘TSN’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

O jornalista, inclusive, publicou em suas redes sociais um boletim de ocorrência (B.O) por violência doméstica em primeiro grau. Além disso, Jones também foi envolvido com uma ‘tampering’ – que pode estar ligado com adulteração de veículos. As acusações estão estimadas a US$ 8 mil (cerca de R$ 42,7 mil, na cotação atual) e uma audiência está marcada, às pressas, para sábado (25).

Esta é a quinta vez que Jones se envolve em problemas com a justiça. Há cerca de dez anos, em 2012, ele foi preso por dirigir supostamente embriagado. No ano seguinte, também esteve ligado em outra polêmica, tendo sido acusado de fugir de um local após atropelar uma mulher grávida.

PUBLICIDADE:

Anteriormente, em 2020, o norte-americano já foi detido sob acusação de uso negligente de arma de fogo e, no mesmo ano, também esteve ligado a uma acusação de assédio sexual por uma garçonete, em Albuquerque (EUA).

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS