Chuck Liddell quebra silêncio após prisão por violência doméstica e alega ter sido vítima

Em comunicado oficial divulgado em rede social, o ex-campeão do UFC citou um problema de saúde mental na família

C. Liddell foi preso acusado de violência doméstica (Foto: Instagram/ChuckLiddell)

Na manhã da última segunda-feira (11), a lenda do UFC Chuck Liddell foi preso em Los Angeles (EUA), acusado de violência doméstica após uma briga em casa com a esposa. Ex-campeão meio-pesado (até 93 kg) do Ultimate e integrante do Hall da Fama da organização, Liddell foi detido com fiança estipulada em US$ 20 mil (aproximadamente R$ 110 mil).

PUBLICIDADE:

No final da tarde de segunda-feira, através de uma publicação em seu perfil oficial no Instagram, Chuck Liddell divulgou um comunicado oficial no qual alegou ter sido a vítima no incidente. O ex-campeão afirmou que se voluntariou para ir com os policiais no lugar de sua esposa e citou um problema de saúde mental na família.

Chuck Liddell deve ser julgado na Corte de Van Nuys nesta terça-feira (12).

PUBLICIDADE:

Confira o comunicado divulgado por Chuck Liddel na íntegra:

Noite passada, os policiais do Departamento do Xerife de Los Angeles que responderam foram profissionais. Enquanto a informação sobre o caso será revelada no seu tempo, acredito que seja importante comunicar e esclarecer alguns fatos sobre a situação.

Eu fui a vítima do incidente da noite passada em casa, como os detalhes do caso vão revelar. Os oficiais me informaram que minha esposa seria presa, pois não respondi às agressões dela enquanto sofri machucados e cortes. Me voluntariei para ir no lugar dela.

Essa foi uma das muitas vezes que tentei esconder um problema de saúde mental da minha família dos olhos do público. Já se tornou dolorosamente aparente que isso não pode continuar, já que nossa vida privada se tornou pública. Por favor, respeitem nossa privacidade enquanto eu tento fazer nossa família passar por esse tempo difícil.”

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?