Comissão Atlética de Nevada divulga dados finais de público e renda do UFC 160

Números foram maiores que os inicialmente publicados, mas bem abaixo das maiores marcas no local

O suntuoso MGM Grand Hotel & Casino costuma abrigar milionários eventos de MMA e boxe

O suntuoso MGM Grand Hotel & Casino costuma abrigar milionários eventos de MMA e boxe

No último dia 25 de maio foi disputado em Las Vegas, Nevada, o UFC 160, que contou com a disputa do cinturão dos pesados entre Cain Velasquez e Antonio Pezão, além do duelo que valia o posto de desafiante da categoria entre Junior Cigano e Mark Hunt.

O evento ocorreu na MGM Grand Garden Arena, principal palco da capital mundial das lutas. No dia do evento o UFC divulgou números iniciais sobre público e renda. Nesta quinta-feira, a Comissão Atlética de Nevada (NSAC, na sigla em inglês) oficializou as informações com os dados do lote adicional de ingressos que foi disponibilizado para venda ao público.

O UFC 160 atraiu público de 12.380 fãs de MMA, que produziram renda de US$2.942.365. O público foi resultado de 10.075 ingressos vendidos inicialmente e 2.305 complementares. Na hora do evento, a MGM Grand Garden Arena ficou com 1.403 assentos desocupados. O valor médio dos ingressos foi de US$216,97, o que representa cerca de R$465,00.

A renda obtida no UFC 160 ficou muito longe dos campeões de bilheteria do UFC no hotel MGM Grand. O líder é o UFC 148, que contou com a revanche entre Anderson Silva e Chael Sonnen, que arrecadou US$6.901.655 para um púlico de 15.104. O recorde de um evento de luta no MGM Grand pertence à luta de boxe entre Floyd Mayweather Jr e Oscar De La Hoya, disputada em 2007, que gerou renda de US$18.419.200 e público pagante de 17.078 pessoas (com o valor do ingresso médio acima de mil dólares).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments