Corey Anderson massacra Ryan Bader com nocaute relâmpago e avança à final de torneio no Bellator

Combatente faz valer aposta da organização e atropela ex-campeão dos meio-pesados na luta co-principal

C. Anderson (foto) derrotou R. Bader no Bellator 268. Foto: Reprodução/Instagram

Nem suou. Na luta co-principal do Bellator 268, realizado neste sábado (16), em Phoenix (EUA), Corey Anderson deu show. Adversário de Ryan Bader em luta válida pela semifinal do torneio dos meio-pesados (até 93kg.), o combatente não tomou conhecimento do antigo campeão da categoria e saiu vencedor com um nocaute relâmpago.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Contratado pelo Bellator junto ao UFC no fim de 2020, Anderson segue fazendo valer a aposta da organização. O triunfo marcou o terceiro resultado positivo em sequência do lutador, que enfrenta, na final do campeonato, o vencedor do confronto entre Vadim Nemkov e Julius Anglickas.

Campeão dos meio-pesados entre 2017 e 2020, Bader se afastou do sonho de reconquistar o trono do grupo até 93kg. O tropeço também impediu que o veterano conquistasse a segunda vitória consecutiva. O atleta vinha de triunfo sobre Lyoto Machida, em abril.

PUBLICIDADE:

Caso vença a final do torneio dos meio-pesados, Anderson, além de conquistar o cinturão da categoria, poderá conquistar o sonhado prêmio de US$1 milhão.

A luta

O confronto começou com Bader encurtando a distância e lançando um jab. Após uma troca de golpes, Corey conectou um overhand, que levou Ryan ao chão. Anderson se aproveitou do bom momento e seguiu golpeando o ex-campeão dos meio-pesados. Percebendo a condição do veterano, o árbitro interrompeu o confronto.

PUBLICIDADE:

Resultado do Bellator 268

CARD PRINCIPAL 

PUBLICIDADE:

Peso meio-pesado (até 93kg.): Vadim Nemkov finalizou Julius Anglickas com uma Kimura a 4m25s do R4  – Luta pelo cinturão e semifinais do torneio

Peso meio-pesado (até 93kg.): Corey Anderson derrotou Ryan Bader por nocaute técnico a 51seg. do R1 – semifinais do torneio

Peso leve (até 70,3kg.):  Brent Primus derrotou Ben Henderson na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Henry Corrales derrotou Vladyslav Parubchenko na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

CARD PRELIMINAR 

Peso meio-pesado (até 93kg.): Karl Albrektsson derrotou Dovletdzhan Yagshimuradov na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio (até 77kg.): Mukhamed Berkhamov finalizou Jaleel Willis com uma guilhotina a 4m05s do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Nick Browne finalizou Bobby Lee com uma chave de calcanhar a 1m38s do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Javier Torres derrotou Gregory Milliard na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso mosca (até 56,7kg.): Sumiko Inaba finalizou Randi Field com um katagatame a 2m02s do R2

Peso leve (até 70,3kg.): Lance Gibson Jr. derrotou Raymond Pina por nocaute técnico a 1m44s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Jaylon Bates finalizou Raphael Montini com uma chave de braço a 3m49s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Sullivan Cauley derrotou Deon Clash por nocaute técnico a 4m59s do R1

Peso mosca (até 56,7kg.): Maria Henderson finalizou Collette Santiago com um mata-leão a 40s do R1

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?