Usman sinaliza não estar distante de aposentadoria e coloca em xeque eventual luta contra Chimaev

Nigeriano desabafa sobre saudades da família em períodos de treinamentos, elogia sueco, mas não crava que estará ativo, caso promessa se torne desafiante

K. Usman é campeão dos meio-médios desde 2019. Foto: Reprodução/Instagram

Atual líder no ranking dos peso por peso no Ultimate, Kamaru Usman deu uma notícia que pode preocupar seus fãs. Perto de mais uma defesa do seu título dos meio-médios (até 77kg.), o nigeriano de 34 anos foi sincero ao admitir que não se vê distante de uma aposentadoria. O assunto surgiu quando o campeão foi questionado sobre uma possível luta contra Khamzat Chimaev, novo fenômeno da organização.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Quanto a enfrentar ele (Chimaev), sabe, estou em um momento da vida em que eu entendo o quanto isso (lutar) tira de você. Estou há nove semanas longe da minha filha. A chamada de vídeo ajuda, mas não é a mesma coisa de estar presente todos os dias. Obviamente, eu não sei quanto tempo mais seguirei fazendo isso. Precisa fazer sentido para mim agora. Se ele for capaz de chegar lá, aí, sim, falaremos disso no momento”, disse Usman, em entrevista coletiva promocional para o UFC 268.

Líder incontestável da categoria até 77kg., Usman vem confirmando um reinado convincente desde que assumiu o trono, em 2019. Desde a conquista sobre Tyron Woodley, o nigeriano já defendeu o posto em quatro ocasiões.

PUBLICIDADE:

Chamado de ‘fenômeno’ por Dana White, Chimaev vem escrevendo uma história impecável no UFC. Em quatro apresentações pela organização, o sueco passou por todos os adversários na via rápida praticamente sem ser tocado. Os feitos recentes renderam ao pupilo a 10ª posição no ranking dos meio-médios.

Neste sábado (6), Kamaru terá mais um duro compromisso pela frente. No UFC 268, o campeão reedita um dos melhores confrontos da temporada 2019, dividindo o octógono com seu maior rival, Colby Covington.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?