Weidman sobre Anderson Silva: ‘Seria um tolo se não me respeitar’

Desafiante também exaltou as qualidades e o oportunismo do Spider

C.Weidman (foto) encara o Spider A. Silva no dia 6 de julho. Foto: Josh Hedges/UFC

C.Weidman (foto) encara o Spider A. Silva no dia 6 de julho. Foto: Josh Hedges/UFC

Tido como um dos desafiantes mais perigosos com o qual Anderson Silva já lutou desde que conquistou o título dos médios do Ultimate, Chris Weidman segue sua jornada de afirmação diante do campeão. Em entrevista ao site UFC.com, como parte da promoção do UFC 162, o norte-americano definiu seu jogo para o combate e garantiu que o brasileiro vai ter que respeitar suas qualidades.

“Sou um lutador que pressiona. Vou estar me movendo para frente, usando minha altura, variando entre as quedas e meus socos. Eu não vou recuar muito. Ele (Anderson) seria um tolo se não me respeitar como lutador. No dia 6 de julho, quando entrarmos no octógono, ele vai ter respeito por mim”, disse Weidman.

O desafiante também exaltou o Spider e destacou que não vai poder cometer erros diante do campeão. “Eu tenho sonhado com esta luta contra Anderson Silva desde que comecei no MMA. Ele faz você pagar por todos os erros que você comete, ele é um oportunista. Provavelmente sua maior ameaça é sua confiança, você comete um erro e ele te pega. Ele é um grande campeão por uma razão, mas sabe que sou uma péssimo confronto e um oponente mais forte do que algumas pessoas possam compreender”, afirmou o norte-americano.

Chris Weidman enfrenta Anderson Silva no dia 6 de julho, no MGM Grand Garden Arena em Las Vegas (EUA), na luta principal do UFC 162. O confronto marca a décima primeira defesa de cinturão do Spider, que detém o título dos médios do Ultimate desde outubro de 2006.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Carlos Alves Amaral
Luiz Carlos Alves Amaral
7 anos atrás

Esse Widman é muito peido pra pouca M…. Guenta não…..

heraldo vieira de farias
heraldo vieira de farias
7 anos atrás

Weidman finaliza silva