Médico do UFC confirma: Anthony Pettis só volta em seis semanas

Com isso, o norte-americano não tem mais chances de enfrentar Ben Henderson no UFC 164

A.Pettis (foto) só volta da lesão no joelho em um mês e meio. Foto: Josh Hedges/UFC

A.Pettis (foto) só volta da lesão no joelho em um mês e meio. Foto: Josh Hedges/UFC

Se já era improvável, agora está oficialmente descartada qualquer possibilidade de Anthony Pettis enfrentar Ben Henderson no UFC 164 – conforme o próprio havia pedido publicamente nos últimos dias. A notícia da recuperação em seis semanas da contusão sofrida no joelho por “Showtime” – que já o havia impedido de disputar o cinturão dos penas contra José Aldo no UFC Rio 4 – foi divulgada nesta quinta-feira (20), após exames feitos com o médico da organização.

Por outro lado, ao contrário do que acontece usualmente em lesões no menisco, Pettis não vai precisar de uma cirurgia para seu tratamento. A informação foi divulgada pelo ESPN.com e posteriormente confirmada junto ao presidente do UFC Dana White pelo site MMA Fighting. Inclusive, a solicitação do diagnóstico por parte do médico da organização foi uma exigência do próprio dirigente, que discordou da avaliação apresentada pelo atleta – a qual afirmava que ele voltaria à ação em apenas três semanas.

Anthony Pettis enfrentaria o campeão dos penas José Aldo na luta principal do UFC Rio 4, no dia 3 de agosto, mas acabou substituído pelo “Zumbi Coreano” Jung Chan-Sung após o anúncio da lesão sofrida durante seus treinamentos. O “Showtime” até tentou pedir o lugar de T.J Grant na disputa do título dos leves contra Ben Henderson no UFC 164, quatro semanas depois, mas a vaga permanece com o canadense.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments