Carina Damm vai recorrer de suspensão, garante empresário

Lutadora é acusada pela Comissão Atlética de Ohio de ter falsificado a amostra enviada para o antidoping

Carina Damm vai recorrer de suspensão, garante empresário

Carina(foto) posa com o marido, também lutador profissional L. Sapo. Foto: Reprodução/Facebook

A capixaba Carina Damm foi suspensa do MMA pela Comissão Atlética de Ohio, acusada de ter falsificado a amostra do exame antidoping realizado no NAAFS 9, quando ela foi derrotada pela americana Jessica Eye. De acordo com o comissário Bernie Profato, a irmã de Rodrigo Damm teria misturado outra substância à urina. A lutadora pegou seis meses de gancho e multa de US$550.

A decisão também não agradou a lutadora. O empresário da atleta, o norte-americano Jason Ellis, disse que sua cliente vai recorrer da suspensão e multa. Ellis disse que conversou rapidamente com Carina e o marido, o também lutador Luis Sapo, e chegou à conclusão que “ela não fez nada que não devesse fazer”.

Em entrevista ao MMAjunkie, o empresário disse que vai “apurar os fatos e apoiar a cliente”. De acordo com Profato, Carina pode entrar com a apelação até agosto, em data a ser estipulada. A defesa pode resultar em cancelamento da punição ou até mesmo em agravamento, levando o gancho a um ano, já que a brasileira já foi pega anteriormente num exame antidoping.

A punição aplicada pela Comissão Atlética de Ohio será acatada por todas as demais comissões dos Estados Unidos, conforme padrão. Porém, Comissão Atlética Brasileira de MMA, que ainda dá seus primeiros passos na regulamentação, não segue as punições da entidade norte-americana. Com isso, Carina está escalada para lutar no MMA Super Heroes, no dia 15 de julho, no interior de São Paulo.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments