Tommy Fury explica lesão na costela que o tirou de duelo contra Jake Paul, em dezembro

Irmão de Tyson Fury revela que quebrou sua costela e também teve uma infecção no peito, sendo impedido de atuar no dia 18 de dezembro; ele pede por remarcação do combate

T. Fury lesionou a costela e teve uma infecção no peito em sua preparação para luta contra J. Paul. Foto: Reprodução/Instagram @tommyfury

Tommy Fury está frustrado! O pugilista estava com luta marcada para dia 18 de dezembro, quando enfrentaria o youtuber sensação na atualidade, Jake Paul, em Tampa (EUA). Ele, no entanto, acabou lesionando a costela e foi obrigado a sair do protagonismo – que deve ser ocupado por Tyron Woodley – do evento.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em um comunicado à imprensa, o lutador relatou como a lesão o tirou de seu compromisso. Ele ainda abre o jogo e diz que teve uma infecção no peito e admite que quer remarcar o duelo no futuro.

“Eu me sinto frustrado por ter que sair de minha luta com Jake Paul por uma costela quebrada e infecção no peito. Em meus treinamentos, estava tudo indo muito bem e não esperava que isso acontecesse no meio do caminho da vitória. Estou decepcionado e desejo remarcar essa luta pro ano que vem. Quero que ela aconteça. Mas, agora, estou focado em minha recuperação”, afirmou Fury.

PUBLICIDADE:

Tommy Fury está invicto em sua carreira como pugilista profissional. Aos 22 anos, o irmão de Tyson soma sete vitórias consecutivas. Sua última luta aconteceu em agosto, quando bateu Anthony Taylor, em card protagonizado pelo próprio youtuber.

Jake Paul, por sua vez, também nunca perdeu em quatro combates – tendo Ben Askren em sua ascensão meteórica no boxe. Ele, agora, deve medir forças pela segunda vez contra Tyron Woodley, seu último oponente, tendo o primeiro duelo terminado na decisão dividida dos juízes.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico