Treinador lista seis possíveis adversários para retorno de Conor McGregor em 2022

Kavanagh citou Diaz, Ferguson, Hooker, Makhachev, do Bronx e Poirier como potenciais oponentes

C. McGregor ainda trabalha por seu retorno ao Ultimate. Foto: Reprodução/Instagram @thenotoriousmma

Mesmo em má fase na carreira, Conor McGregor continua sendo um dos nomes mais relevantes do UFC. Enquanto se recupera da grave lesão sofrida na derrota para Dustin Poirier, em julho, o irlandês vê crescer a fila de interessados em enfrentá-lo no retorno ao octógono.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Durante participação no podcast “The MMA Hour”, do site “MMA Fighting”, John Kavanagh, principal treinador do ex-campeão dos leves (até 70,3 kg) e dos penas (até 65,7 kg) listou alguns potenciais adversários para a volta de McGregor, que deve ocorrer em meados de 2022.

“Vou ser honesto, a trilogia com Nate Diaz é muito, muito tentadora. É uma luta que me dá pesadelos. O cara (Diaz) não para de andar para a frente. Não importa se são três ou cinco rounds. É uma luta intrigante. Essa é definitivamente muito interessante. Temos também Tony Ferguson. Foi muito falada, mas nunca aconteceu. Tony ainda tem, eu acredito, muito a oferecer ao jogo. Ele é um striker e um grappler nada ortodoxo. Acho que o casamento seria divertido para os fãs. Então, você sabe, qualquer um desses caras que façam uma luta por legado”, analisou o treinador da SBG Ireland.

PUBLICIDADE:

Além da trilogia contra Diaz e do duelo contra Ferguson, Kavanagh citou potenciais confrontos contra nomes que movimentam o topo da divisão dos leves, até mesmo contra o vencedor da próxima disputa de cinturão da divisão, entre Charles do Bronx e Dustin Poirier, que acontece neste sábado (11).

“Mas veja, essa divisão é assassina. Você sabe, Dan Hooker está lá. A luta contra Islam (Makhachev) também seria incrível por motivos óbvios. E nós temos também quem vencer este cinturão (Charles do Bronx ou Dustin Poirier). Qualquer um desses nomes. Estou apenas empolgado para ver Conor de volta”, finalizou Kavanagh.

PUBLICIDADE:

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano