André Sergipano volta a dar show de jiu-jitsu e finaliza Eryk Anders no card preliminar do UFC 269

Brasileiro segue invicto no Ultimate com quatro vitórias consecutivas, sendo as últimas três por finalização

A. Sergipano após vitória sobre E. Anders no UFC 269 (Foto: Instagram/UFC)

Segundo brasileiro em ação no UFC 269, André Sergipano deu mais uma aula de jiu-jitsu no octógono e finalizou Eryk Anderson com uma chave de braço ainda no primeiro assalto em uma posição muito parecida com a qual finalizou Ronaldo Jacaré em sua última luta.

PUBLICIDADE:

A vitória sobre Eryk Anders foi a quarta consecutiva de Sergipano no octógono, onde segue invicto. Na carreira, o brasileiro já acumula oito triunfos e não perde desde outubro de 2016.

Eryk Anders não conseguiu dar continuidade ao bom momento após vencer Darren Stewart em junho deste ano. O norte-americano tem agora seis vitórias, seis derrotas e uma luta sem resultado desde que estreou no octógono.

PUBLICIDADE:

A LUTA

Após alguns segundos de estudo, Eryk Anders tentou tomar a iniciativa e encurtar a distância, mas deu espaço para uma linda queda aplicara por André Sergipano. Em casa no chão, o brasileiro fez a transição para os 100 kg e grampeou as costas do rival, que tentou se levantar. Sergipano voltou a colocar a luta para baixo e rapidamente atacou o braço de Anders, que nada pôde fazer além de dar os três tapinhas.

Erin Blanchfield não toma conhecimento de Miranda Maverick e segue invicta no UFC

E. Blanchfield derrotou M. Maverick no UFC 269 (Foto: Instagram/UFC)

PUBLICIDADE:

A quarta luta da noite foi completamente unilateral. Sem tomar conhecimento de Miranda Maverick, Erin Blanchfield dominou do início ao fim e levou a vitória na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27).

PUBLICIDADE:

Aos 22 anos de idade, Erin Blanchfield segue invicta no UFC, com duas vitórias em duas lutas. Apelidada de “Sangue Frio”, a lutadora não perde desde fevereiro de 2019 e tem oito triunfos e apenas uma derrota na carreira.

Miranda Maverick, que também venceu as duas primeiras lutas que fez no Ultimate, tem agora duas derrotas consecutivas na organização. A atleta havia sido derrotada por Maycee Barber em julho deste ano e tem agora nove vitórias e quatro reveses na carreira.

Ryan Hall domina e bate Darrick Minner na decisão

Ryan Hall Darrick Minner UFC 269

R. Hall derrotou D. Minner no UFC 269 (Foto: Instagram/UFC)

Na terceira luta do card preliminar, Ryan Hall não teve muitas dificuldades para superar Darrick Minner na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-27, 29-27). Especialista em jiu-jitsu, “O Mágico” usou e abusou da arte suave para conquistar mais uma vitória no octógono.

Com o triunfo sobre Minner, Ryan Hall se recuperou da derrota sofrida na última luta, contra Ilia Topuria, em julho deste ano. O campeão do The Ultimate Fighter 22 tem agora cinco vitórias e apenas um revés na organização.

Darrick Minner, por outro lado, perdeu a segunda consecutiva na organização. O atleta de 31 anos tem três derrotas e duas vitórias desde que estreou no Ultimate, em 2020.

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico