Dustin Poirier lamenta derrota para Charles do Bronx no UFC 269: ‘Achei que seria campeão mundial’

Abalado com revés, norte-americano diz que planeja descansar antes e evita projetar futuro no Ultimate

D. Poirier em entrevista coletiva pós-UFC 269. Foto: Reprodução/Youtube UFC

Superado por Charles do Bronx, via finalização, na luta principal do UFC 269 do último sábado (11), Dustin Poirier lamentou a derrota em nova chance pelo título dos leves (até 70,3kg.). Em entrevista coletiva pós-evento, o norte-americano se mostrou abalado e revelou chateação por não ter o resultado desejado no evento.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Todo esse caminho foi feito em vão. Eu e minha família nos dedicamos muito para essa oportunidade e, nestes momentos, eu tenho aprendido muito sobre mim. É uma m****, cara. Eu trabalhei e me sacrifiquei muito. Eu realmente achei que seria campeão mundial”, lamentou Poirier.

Visivelmente triste, Dustin preferiu por não projetar seu futuro no Ultimate e afirmou que deseja descansar após ‘maratona’ de grandes lutas em 2021. Ele, inclusive, esteve à ponto de chorar e precisou segurar a emoção em alguns momentos.

PUBLICIDADE:

“Eu não quero pensar sobre meu próximo passo ainda. Foi um ano maluco, com três lutas (2x Conor McGregor e 1x Charles do Bronx) grandes. Eu estou bem, saudável e não estou acostumado a perder, mas tento tirar a melhor parte disso. Eu estou tentando ficar aqui na coletiva de imprensa e não chorar perto de vocês, mas é difícil”, finalizou.

Aos 32 anos, Dustin Poirier foi finalizado em suas duas chances pelo título linear da organização. Em sua primeira oportunidade, o lutador parou em Khabib Nurmagomedov e, agora, também acabou dando os ‘três tapas’ contra Charles do Bronx. Em sua carreira, são 28 triunfos, sete reveses e uma luta ‘sem resultado’.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico