Dana White critica pontuação de juiz em vitória de Amanda Lemos sobre Angela Hill

O presidente do Ultimate discordou veementemente do juiz que marcou vitória da brasileira nos três rounds

A. Lemos (dir.) derrotou A. Hill (esq.) no UFC Las Vegas 45. Foto: Reprodução/Instagram

Dos três representantes brasileiros no card principal do UFC Las Vegas 45, disputado no último sábado (18), a única a ter a mão erguida pelo árbitro após a luta foi Amanda Lemos, que bateu Angela Hill em decisão dividida dos juízes bastante contestada pela norte-americana. E ela não foi a única.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Na coletiva de imprensa após o evento, o presidente do UFC Dana White disse que viu vitória da norte-americana no duelo contra a brasileira e julgou como “insano” o juíz que marcou vitória de Amandinha Lemos nos três rounds.

“30-27 é insano para qualquer um dos lados. Se você viu vitória da (Angela) Hill ou da (Amanda) Lemos, não tem como você marcar a luta 30-27. A luta foi 29-28 para qualquer um dos lados. Eu achei que a Hill ganhou a luta”, declarou Dana White.

PUBLICIDADE:

Polêmica a parte, a vitória sobre Angela Hill foi a quinta consecutiva de Amandinha Lemos no UFC. A paraense, que não perde uma luta desde sua estreia no Ultimate, em 2017, entrou no octógono como décima primeira colocada no ranking e deve subir algumas posições na próxima atualização da lista.

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico