Último adversário de Wanderlei Silva, Brian Stann anuncia aposentadoria

Norte-americano, de 32 anos, revelou que já havia decretado o fim de sua carreira em março

B. Stann (foto) foi campeão dos meio-pesados do WEC. Foto: Josh Hedges/UFC

B. Stann (foto) foi campeão dos meio-pesados do WEC. Foto: Josh Hedges/UFC

A carreira de Brian Stann chegou ao fim. A decisão do lutador havia sido tomada há quatro meses, mas foi tornada pública somente nesta quinta-feira (11). O “All-American”, como é conhecido, revelou, em entrevista ao canal norte-americano FOX Sports, que a derrota para Wanderlei Silva em março foi sua última aparição como profissional.

“Eu disse que naquela noite. Eu disse ao meu treinador que havia chegado ao fim. Eu treino muito, muito duro. Coloquei tudo para ele. Mas tem sido difícil desde a morte de meu cunhado há alguns anos atrás. Tem sido um verdadeiro desafio. Eu não podia ir para Albuquerque para treinar na Jackson’s MMA. (Greg) Jackson, (Mike) Winkeljohn e todos os outros treinadores me transformaram em um lutador top-10”, declarou Stann, que deve seguir carreira como comentarista convidado, função que já desempenha, no próprio canal.

Brian Stann, de 32 anos, encerra sua carreira com um cartel de 12 vitórias e seis derrotas. O último combate do ex-campeão dos meio-pesados do WEC fez jus à história dos atletas envolvidos. Contra Wanderlei Silva, na mítica Saitama Super Arena, no Japão, Stann protagonizou uma das lutas mais eletrizantes de 2013. Após um primeiro assalto aberto e com muita trocação, o norte-americano foi nocauteado pelo brasileiro no minuto final do segundo round.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments