Retrospectiva SUPER LUTAS: Relembre as dez melhores lutas de 2021

Em clima de despedida da atual temporada, o SUPER LUTAS lembra você dos confrontos que dificilmente sairão da memória dos fãs de MMA

J. Gaethje (dir.) derrotou M. Chandler (esq.) no UFC 268. Foto: Reprodução/Instagram

2021 está chegando ao fim e não se pode negar que foi um ano de excelentes combates nas grandes organização de MMA. E nesse clima de fim de temporada, o SUPER LUTAS preparou uma retrospectiva com os dez duelos que deixaram os fãs de artes marciais mistas com a adrenalina lá no alto.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Michael Chandler x Justin Gaethje – UFC 268

Considerado por muitos como a maior luta da temporada, Michael Chandler e Justin Gaethje fizeram um duelo espetacular na abertura do card principal do UFC 268, que aconteceu no dia 6 de novembro. Em um confronto histórico, com direito a reviravolta e knockdodown, os dois pesos leves (até 70,3kg) trocaram golpes ‘como se não houvesse amanhã’ por cerca de 15 minutos. Ao soar do gongo, o ex-campeão interino saiu vencedor na decisão unânime dos juízes.

Kamaru Usman x Colby Covington II – UFC 268

K. Usman (dir) e C. Colvington (esq) no UFC 268 Foto: Reprodução/Instagram

PUBLICIDADE:

No mesmo card do histórico duelo entre Michael Chandler e Justin Gaethje, Kamaru Usman teve mais um confronto contra Colby Covington na luta principal do espetáculo. Assim como no primeiro combate, o campeão dos meio-médios (até 77,1kg) foi levado ao limite pelo desafiante e precisou se manter firme no octógono para continuar como líder absoluto da categoria.

Alexander Volkanovski x Brian Ortega – UFC 266

A. Volkanovski (esq.) derrotou B. Ortega (dir.) no UFC 266. Foto: Reprodução/Instagram

PUBLICIDADE:

A segunda defesa do cinturão dos penas (até 65,7kg) de Alexander Volkanovski foi mais complicada do que se imaginava anteriorimente. Diante de Brian Ortega, no UFC 266 que ocorreu em setembro, o australiano foi levemente superior mas passou por alguns sufocos, como uma guilhotina do desafiante no quarto round, que deixou o público de pé na T-Mobile Arena, e uma blitz no último assalto que fez Ortega acertar alguns bons golpes no campeão. No fim, o título permaneceu com ‘The Great’, mas com muito mais ‘suor’ do que se esperava.

PUBLICIDADE:

Santiago Ponzinibbio x Miguel Baeza – UFC Las Vegas 28

S. Ponzinibbio venceu uma batalha contra M. Baeza no UFC Las Vegas 28. Foto: Reprodução/Instagram

Em sua segunda luta após dois anos afastado do octógono por lesão, Santiago Ponzinibbio buscava voltar a vencer com as luvas do Ultimate pela primeira vez desde 2018. Do outro lado do cage, um atleta até então invicto, Miguel Baeza. Após 15 minutos de ‘guerra’, o argentino mostrou resiliência após um primeiro round difícil e saiu vencedor na decisão unânime dos juízes. Após o espetáculo, o ‘Argentino Gente Boa’ e o seu adversário levaram o bônus de ‘Luta da Noite’ e faturaram US$ 50 mil.

Max Holloway x Yair Rodriguez – UFC Las Vegas 42

M. Holloway (dir.) derrotou Y. Rodriguez (esq.) no UFC Vegas 42. Foto: Reprodução/Twitter

A batalha entre Max Holloway e Yair Rodriguez prometia movimentar a divisão dos penas (até 65,7kg) e deixar o vencedor bem perto de uma disputa de cinturão. Em cinco rounds de intensa trocação franca e estratégia, o ex-campeão da categoria saiu vencedor na decisão unânime dos juízes. Para se ter uma idéia do quão dura foi a luta principal do UFC Las Vegas 42, os dois lutadores não puderam comparecer a entrevista coletiva pós-evento e foram encaminhados diretamente a um hospital de Las Vegas (EUA) para a realização de exames mais detalhados.

Petr Yan x Cory Sandhagen – UFC 267

P. Yan e C. Sandhagen protagonizaram uma guerra no UFC 267 (Foto: Instagram/UFC)

Com o campeão dos galos (até 61,2kg) Aljamain Sterling ainda lesionado, coube a Petr Yan e Cory Sandhagen lutarem pelo cinturão interino da categoria. No UFC 267, em Abu Dhabi (EAU), os dois atletas entregaram um excelente espetáculo, com um alto nível de estratégia, trocas de níveis e muita tensão. No fim, o resultado coroou o russo como novo líder temporário, após ser declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

TJ Dillashaw x Cory Sandhagen – UFC Las Vegas 32

C. Sandhagen perdeu para T. Dillashaw na decisão dividida dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram

Cory Sandhagen teve um 2021 bastante agitado. Antes da ‘guerra’ contra Petr Yan, o peso galo foi escolhido para recepcionar TJ Dillashaw, em seu retorno ao MMA após dois anos de suspensão por doping. Em um duelo eletrizante e altamente técnico, o ex-campeão da divisão saiu vencedor na decisão dividida dos juízes. O resultado da batalha gera polêmica até hoje, com muitos fãs e jornalistas discordando da vitória de Dillashaw.

José Aldo x Rob Font – UFC Las Vegas 44

J. Aldo derrotou R. Font no UFC Las Vegas 44 Foto: Reprodução/Instagram

No duelo entre os números quatro e cinco do ranking dos galos (até 61,2kg), José Aldo e Rob Font estrelaram o UFC Las Vegas 44 e entregaram uma luta digna de dois postulantes ao cinturão da categoria. Após um bom início do norte-americano, o ex-campeão dos penas (até 65,7kg) se encontrou no combate, passou a investir nos chutes altos, conseguiu três knockdowns e saiu vencedor na decisão unânime dos juízes. Foi o terceiro triunfo seguido da lenda brasileira na divisão liderada por Aljamain Sterling.

Charles Do Bronx x Michael Chandler – UFC 262

Charles do Bronx conquista cinturão no UFC 262. Foto: Reprodução/Instagram

Na disputa do cinturão vago dos leves (até 70,3kg), Charles Do Bronx era considerado ‘zebra’ contra o norte-americano Michael Chandler. No UFC 262, que aconteceu em maio, o ex-campeão do Bellator começou melhor no combate, chegou a levar o brasileiro a knockdown e por muito pouco não saiu vencedor. O brasileiro voltou para o segundo round mais focado e logo nos primeiro segundos acertou um gancho de esquerda que levou Chandler ao chão. O veterano tentou se recuperar e levantar, mas o atleta tupiniquim pressionou o seu rival, acertou mais alguns golpes até o arbitro Dan Miragliotta interromper o duelo e coroar o Charlinho como novo líder da divisão mais difícil do MMA profissional.

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico