Chael Sonnen acredita em nova motivação para Jon Jones nos pesos pesados

Em declaração ao seu canal no youtube, o comentarista citou uma possível desmotivação de 'Bones' na divisão até 93kg e acredita em reviravolta na nova categoria

J. Jones (foto) em entrevista coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Para o ex-lutador Chael Sonnen, as últimas atuações abaixo do nível de Jon Jones tem um motivo claro: a falta de motivação na categoria dos meio-pesados (até 93kg). Em seu canal oficial no youtube, o atual comentarista disse acreditar que o ex-campeão perdeu o ‘brilho nos olhos’ após anos de superioridade na divisão e cravou que ele encontrará novo ânimo, com os desafios que terá na divisão dos pesos pesados (até 120,2kg).

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Quando você via uma luta de (Jon) Jones, tinha pessoas que se vestiam de cadeiras vazias. Cada vez menos pessoas se interessavam, era assim que a história seria contada, mas não sei se concordo. Não sei se as pessoas perderam o interesse em Jones. Acho que Jon perdeu o interesse nos meio-pesados. Essa divisão deixou de ser interessante para ele. Talvez, ele tenha olhado para alguns daqueles oponentes como se eles não fossem dignos. Jones precisa recuperar o interesse”, afirmou Sonnen.

Ciente do interesse de Jones em migrar para a divisão dos pesados, Sonnen acredita que ele irá reencontrar a sua motivação na nova categoria e citou alguns dos desafios que ele terá pela frente.

PUBLICIDADE:

“Acho que é isso que os pesados representam. Jones não vai ver as pessoas fantasiadas de assentos vazios por um período significativo de tempo. Serão três enormes lutas esperando por ele agora: (Francis) Ngannou, (Ciryl) Gane e (Stipe) Miocic. Do jeito que você quiser e em qualquer ordem que você quiser. Essas serão combinações fascinantes”, cravou Chael.

Prestes a completar dois anos longe do octógono, Jones aguarda para fazer a sua estreia na nova divisão, enquanto discute com o Ultimate um reajuste nos seus vencimentos. Ex-campeão dos meio-pesados, o norte-americano possui um cartel de 26 triunfos e apenas um revés no MMA profissional.

PUBLICIDADE:

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano