Francis Ngannou e Ciryl Gane têm debate acalorado em coletiva após acusação de nocaute em treino

O francês negou ter sido nocauteado pelo camaronês, chamou o rival de mentiroso e deu início a uma longa discussão

F. Ngannou e C. Gane durante coletiva de imprensa do UFC 270 (Foto: Reprodução/Youtube)

Na noite da última quinta-feira (20), foi realizada a tradicional coletiva de imprensa pré-evento do UFC 270. Protagonistas do card, Francis Ngannou e Ciryl Gane, que duelam pela unificação dos cinturões dos pesos pesados (até 120,2 kg) tiveram a oportunidade de resolver alguns assuntos pendentes frente à frente.

PUBLICIDADE:

Veja Também

O momento de mais tensão da coletiva aconteceu quando o assunto da polêmica filmagem de uma sessão de treinos antiga entre os dois lutadores veio à tona. Após Ngannou afirmar ter nocauteado Gane com um chute alto em uma sessão de sparring, o francês desmentiu e deu início a uma discussão acalorada.

Gane: “Você é um mentiroso. Me desculpa.”

PUBLICIDADE:

Ngannou: “Ele foi nocauteado, por isso ele não lembra.”

Gane: “Essa não é verdade. Sinceramente, você me conhece. Fiz algumas sessões de sparring com Francis e foram ótimas sessões.”

Ngannou: “Definitivamente.”

PUBLICIDADE:

Gane: “Foi um lindo chute de esquerda. O problema com Francis é que ele não gosta de fazer sparring técnico. Você gosta de fazer com força máxima e eu já te disse isso algumas veze antes. Você me deu o chute de esquerda. Você me machucou. Está vendo? Sou sincero com você. Você me machucou. Mas você não me derrubou. Não foi um knockdown.”

Ngannou: “Você não caiu com o chute alto de esquerda? Vamos ser honestos. E você fala que eu não faço sparring técnico? Eu treino com um peso leve, treino com mulheres e elas não reclamam. Obviamente foi um bom sparring, ele não mentiu sobre isso, mas você caiu. Eu te respeito e sei que, entre todo mundo, você é o honesto e sei que você poderia ter sido sincero a respeito disso.”

PUBLICIDADE:

Gane: “Você me respeita? Irmão, você não me respeita na frente dos outros. Você está mentindo. Eu dormi depois daquele chute? Sério? Me olhe nos olhos.”

Ngannou: “Eu não tenho a fita, então não posso provar, mas está lá em algum lugar.”

Gane: “Não é verdade. Ele me machucou, eu já disse. Foi um lindo chute de esquerda com muito poder, mas não me derrubou. Fiquei surpreso com o poder, porque já havia falado algumas vezes antes. Eu queria voltar à sessão, mas o treinador pediu para pararmos antes que algo acontecesse. Por isso paramos. Essa é a verdade.”

Ngannou: “Você não parou de treinar naquele dia?”

Gane: “Eu não continuei porque o treinador não quis. Eu fiquei um pouco desapontado.”

Ngannou: “De qualquer forma, não importa porque foi um acidente. Eu não quis machucá-lo com um chute. Aconteceu e a única razão pela qual estamos discutindo isso é a filmagem que vocês soltaram, isso me forçou a falar sobre. Nunca tinha falado antes porque foi um acidente. Não quis te machucar, estávamos treinando juntos e ajudando um ao outro. Então, novamente, eu te respeito e não estou mentindo. No sábado vamos lutar.”

Francis Ngannou e Ciryl Gane se enfrentam na luta principal do UFC 270, na Califórnia (Estados Unidos), neste sábado (22).

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276