Anderson Silva: ‘A ficha só caiu quando ergueram o braço do Weidman’

Spider também contou detalhes do contrato do UFC 162, que previa revanche em qualquer caso

Revanche entre A. Silva (esq.) e C. Weidman (dir.) acontece no dia 28 de dezembro. Foto: Josh Hedges/UFC

Revanche entre A. Silva (esq.) e C. Weidman (dir.) acontece no dia 28 de dezembro. Foto: Josh Hedges/UFC

O ex-campeão dos pesos médios Anderson Silva revelou, em entrevista ao programa “Mundo da Luta”, da rádio Beat98, o quão difícil foi assimilar a derrota sofrida para Chris Weidman no UFC 162, no último dia 6 de julho. Anderson disse que começou a entender o ocorrido apenas ao ver o adversário sendo anunciado como vencedor do combate.

“A ficha só caiu quando ergueram o braço do Weidman. Eu vi e pensei: ‘Caramba, eu decepcionei o Brasil. Não acredito que fiz isso.’ Depois, por causa do calor do momento, eu dei declarações que não foram legais, dizendo que não ia mais disputar o título. Mas no contrato tinha que quem ganhasse iria dar a revanche ao outro, então haveria a luta. Se isso não estivesse no contrato eu daria um tempo maior, descansaria e refletiria sobre as artes marciais, sobre o treinamento e a filosofia da arte marcial, que eu sempre tive”, disse o Spider.

Anderson também falou sobre a lição aprendida com a derrota, e consequente perda do título. “Foi bom ter acontecido isso ali, porque eu acabei me encontrando e vendo onde cometi os erros que me levaram a perder o cinturão”, disse o ex-campeão. “As críticas são válidas, mas eu sou um ser humano. Cometi um erro técnico, e foi bom não só para eu aprender, como todas as pessoas que me cercam também aprenderem. Faltou a noção de saber que é preciso manter o foco. Eu perdi o foco, e agora é melhorar. Dia 28 de dezembro eu vou voltar a representar o Brasil em Las Vegas no UFC para tentar trazer o cinturão, que é um patrimônio brasileiro”, completou.

Após sofrer sua primeira derrota no Ultimate, e o primeiro nocaute de sua carreira, Anderson Silva agora tenta recuperar o cinturão dos médios na revanche contra Chris Weidman, que acontece no dia 28 de dezembro. O confronto é o evento principal do UFC 168, que acontece no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas (EUA).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments