Antes do UFC Rio 4, Vinny Magalhães admite: ‘Se eu perder, mereço ser cortado’

Meio-pesado mostrou rara honestidade em entrevista ao site MMA Mania

V. Magalhães (foto) busca sua segunda vitória no UFC no Rio. Foto: Josh Hedges/UFC

V. Magalhães (foto) busca sua segunda vitória no UFC no Rio. Foto: Josh Hedges/UFC

Às vésperas de enfrentar Anthony Perosh no UFC Rio 4, no dia 3 de agosto, Vinny Magalhães se mostrou ciente da situação delicada que vive no Ultimate. Em entrevista ao site “MMA Mania”, Vinny – que vem de derrota incontestável para Phil Davis – comentou seu atual momento, mas ressaltou a importância de estar entre os melhores lutadores, na principal organização de MMA do planeta.

“A coisa mais importante para provar a mim mesmo é que eu pertenço à elite. Que eu posso lutar contra os melhores do mundo, o que significa lutar no UFC. Eu só quero lutar no UFC. Ponto. Não me importo se contra rivais top 10 ou top 5. Se você está no UFC, você está lutando contra os melhores, e eu quero provar que meu lugar é lá dentro. Se eu perder essa luta, eu mereço ser cortado. Eu vou ser bem sincero: pela forma como me apresentei na minha última luta, eu poderia ser cortado agora. Eles não tinham que me dar essa chance contra Anthony Perosh. Mas o UFC me deu essa oportunidade, e eu quero provar que posso me apresentar muito melhor do que eu fiz da última vez. Quero provar a mim mesmo que eu posso estar no UFC e que aqui é o meu lugar”, disse o atleta.

Vinny “Pezão” Magalhães encara o veterano australiano Anthony Perosh, de 41 anos, no UFC 163, também conhecido como UFC Rio 4. O combate fecha o card preliminar do evento, que acontece no próximo dia 3 de agosto. Na luta principal da noite, o campeão dos penas José Aldo põe seu título em jogo contra o “Zumbi Coreano” Jung Chang-Sung.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments