Sob contrato com o UFC, Renzo Gracie quer lutar ainda em 2013

Veterano diz que pode inclusive atuar pelo evento asiático ONE FC

Sob contrato com o UFC, Renzo Gracie quer lutar ainda em 2013

Gracie quer lutar no UFC, mas se mantém aberto a possibilidades em organizações asiáticas. Foto: UFC.com

O veterano Renzo Gracie vive uma vida ocupada de treinador de lutadores de elite como Chris Weidman e Frankie Edgar, além de dono de uma grande academia em Nova Iorque. Mas o meio-médio de 46 anos, que está sob contrato com o UFC, ainda pensa em lutar. De preferência, antes do final de 2013. E não necessariamente no maior evento do mundo.

Renzo não luta desde 2010, quando foi derrotado por Matt Hughes no UFC 112. Apesar da longa inatividade, ele diz que está pronto para o retorno. “Tenho treinado com esses caras, eles são duros de verdade”, disse Gracie ao programa MMAjunkie Radio. “Tenho me divertido com eles. Então com certeza eu estarei pronto para me divertir também no fim do ano”.

O mais curioso desta história é que o lendário mestre de jiu-jítsu se colocou à disposição de outros eventos, caso não consiga acordo para uma luta no UFC. Renzo citou o ONE FC, principal organização asiática da atualidade.

“O UFC se tornou uma máquina. Então, se você não tem nome e não segue lutando, é difícil se manter ocupado. Se eu não lutar mais lá (no UFC), não me importo. Vou lutar no ONE, vou lutar numa organização japonesa. Isso para mim é diversão e graças a Deus eu não preciso de dinheiro para fazer isso.”

A vontade de lutar é tão grande que Renzo não escolhe adversário, só pede que não lhe ofereçam vida fácil. “Prefiro lutar com alguém duro. Não me traga um covarde. Não me insulte, traga alguém que possa me vencer”, finalizou o ainda lutador.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário