Lutador é suspenso por até seis meses após publicar vídeo de corte de peso brutal e admitir ter vomitado mais de 20 vezes

Adam Picolotti foi filmado enquanto vomitava durante corte de peso para duelo contra George Karakhanyan no Bellator 274

A. Piccolotti derrotou G. Karakhanyan no Bellator 274 (Foto: Facebook/Bellator)

Vencedor do duelo contra Georgi Karakhanyan no Bellator 274, realizado no último sábado (19), Adam Piccolotti foi suspenso pelo Departamento de Regulação Atlética de Mohegan Tribe após compartilhar um vídeo que mostrava o processo brutal de corte de peso antes da luta.

PUBLICIDADE:

Veja Também

O vídeo foi publicado por Piccolotti logo após a vitória por decisão unânime em luta válidas pela divisão dos leves (até 70,3 kg), mas foi posteriormente apagado. Nos registros, era possível ver o lutador sendo ajudado por seus colegas a levantar do chão e entrar em uma sauna portátil. O vídeo mostrou o momento em que o atleta vomitou um líquido amarelo em uma toalha.

Na sequência, Piccolotti rastejou para fora da sauna, tirou o casaco e continuou a vomitar. Na legenda da publicação, o atleta de 33 anos revelou que havia vomitado mais de 20 vezes durante a noite.

PUBLICIDADE:

Em entrevista ao site norte-americano “MMA Junkie”, Mike Mazzulli, diretor do Departamento de Regulação Atlética de Mohegan Tribe revelou que Adam Piccolotti recebeu uma suspensão de quatro a seis meses e precisa da liberação de um nefrologista, médico especializado na saúde do rim, para voltar a lutar.

“Eu analisei o vídeo e determinei que o processo foi desnecessariamente perigoso. Estamos sempre preocupados com a segurança dos lutadores e com o corte de peso. Espero que seja uma experiência de aprendizado para Piccolotti. Felizmente ele não morreu”, afirmou o diretor.

De acordo com informações do jornalista Marc Raimondi, da ESPN norte-americana, Piccolotti foi multado em US$ 2.500 (aproximadamente R$ 12.600) e precisará também passar por um ecocardiograma e novos testes físicos antes de voltar a lutar. Mauricio Calvo, Raul Castillo e Matthew Aragoni, responsáveis por ficar no corner do lutador, receberam a mesma suspensão. Apesar das punições, a vitória contra Georgi Karakhanyan será mantida no cartel do lutador.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276