Preliminares do UFC Fight Night 27 abrem noite com nocautes, finalizações e polêmica

Golpe ilegal deixa a primeira luta sem resultado. Apenas uma luta foi decidida pelos juízes laterais.

Preliminares do UFC Fight Night 27 abrem noite com nocautes, finalizações e polêmica

D. Elkins (esq.) venceu H. Hioki na única luta decidida pelos juízes nas preliminares do UFC Fight Night 27 (Foto: Esther Lin/MMA Fighting)

A noite de lutas desta quarta-feira começou quente. Nas seis lutas do card preliminar do UFC Fight Night 27, não faltaram nocautes, finalizações e até polêmica por golpe ilegal.

No primeiro combate do evento, Abel Trujillo e Roger Bowling faziam um movimentado combate, mas Trujillo disparou joelhadas no oponente caído. A primeira pegou no plexo, mas o árbitro considerou que a segunda acertou o rosto de Bowling, que ainda recebeu um forte soco antes de cair. O médico entrou no octógono e anunciou que Bowling não poderia voltar. Como o árbitro considerou o golpe ilegal não intencional, a luta ficou sem resultado (no contest).

Em seguida, duas finalizações consecutivas. O ex-TUF 17 Zak Cummings pegou o ex-TUF Smashes Benny Alloway em um triângulo de mão invertido no primeiro round. Depois foi a vez de Jason High travar James Head numa guilhotina, também no round inicial.

Em combate bem disputado, com alternâncias de domínio, o norte-americano Darren Elkins se tornou o primeiro peso pena a conseguir seis vitórias no UFC. Ele passou pelo japonês Hatsu Hioki por decisão unânime, depois que os três juízes laterais marcaram 29-28 em suas papeletas.

Estreando pelo UFC, Brandon Thatch fez o que sabe melhor: dizimar um oponente no primeiro round. Com uma abordagem bastante agressiva, ele não tomou conhecimento de Justin Edwards e conquistou sua décima vitória na carreira, todas no round inicial.

O card preliminar foi encerrado com uma virada. O congolês naturalizado sueco Papy Abedi dominou os dois primeiros rounds o combate contra o australiano Dylan Andrews. No terceiro, Andrews conectou violentos uppercuts que levaram o oponente a nocaute.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments