Empresário revela volta de Henry Cejudo ao protocolo de testes da USADA por retorno ao UFC

Aposentado desde maio de 2020, 'Triplo C' precisa passar por um período de testes de drogas antes de ser liberado às competições

H. Cejudo faz parte do seleto grupo de duplos campeões do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Ali Abdelaziz detalhou sobre possível volta de Henry Cejudo ao MMA. Em entrevista à ‘ESPN’, o empresário do ‘Triplo C’ revelou que o lutador está de volta ao protocolo de testes da USADA (Agência Americana de Antidoping) e, portanto, ajusta seu retorno ao UFC depois de dois anos.

PUBLICIDADE:

Veja Também

278106507_3080089665563572_7688575833298783120_n

De acordo com a política de antidoping da organização, os lutadores que desejam retornar às competições devem passar por seis meses de testes de drogas antes que estejam liberados.

A volta pode estar ligada à eventual disputa entre Henry Cejudo e Alexander Volkanovski pelo cinturão dos penas (até 65,7kg.) do UFC. O ‘Triplo C’, inclusive, deixou um recado ao australiano, que superou Zumbi Coreano no UFC 273, evento que aconteceu no último sábado (9).

PUBLICIDADE:

Alexander Volkanovski, você me inspirou a voltar. Quando se trata de Wrestling você não pode fixar um tweet. Eu te derrubaria e te sufocaria mais rápido do que uma recaída de McGregor. Assine o contrato”, escreveu Cejudo em seu ‘Twitter’ oficial.

Considerado um dos maiores lutadores dos últimos anos do Ultimate, Cejudo se aposentou com apenas 33 anos. Henry pendurou as luvas com um cartel de 16 triunfos e dois reveses no MMA profissional e, agora, afia o jogo de atletas como Deiveson Figueiredo, Jon Jones e Jiri Prochazka na ‘Fight Ready’.

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276