Pettis finaliza Ben Henderson, conquista cinturão dos leves e desafia José Aldo

Na luta principal do UFC 164, americano encaixou uma chave de braço e tomou o título do rival; Ainda no octógono, o campeão pediu para enfrentar José Aldo

A. Pettis (foto) deixa no ar que pode apresentar outro movimento espetacular contra B. Henderson. Foto: Al Bello-Zuffa (UFC/Divulgação)

A. Pettis (foto) finalizou B. Henderson e conquistou cinturão do UFC. Foto: Al Bello-Zuffa (UFC/Divulgação)

A divisão de pesos leves (até 70 kg.) do UFC tem um novo campeão. O norte-americano Anthony Pettis finalizou Ben Henderson com uma bela chave de braço e tomou o cinturão do rival. O combate foi a atração principal do UFC 164, evento que aconteceu na noite deste sábado (31), em Milwaukee, nos Estados Unidos. Ainda no octógono, Pettis pediu para enfrentar o brasileiro José Aldo, campeão da categoria de penas (até 66 kg.)

A luta

Assim que o combate começou, Ben Henderson não quis se arriscar na luta em pé diante de Pettis e encurtou a distância. No clinch, ele acertou alguns golpes, mas não conseguiu levar a disputa para o solo. Depois de conseguir se desvencilhar do rival, Anthony começou a soltar seu jogo. Ele aplicou uma sequência de três chutes nas costelas que castigaram o rival.

A vontade na luta em pé, Pettis ainda tentou atacar as pernas de Bendo com uma tesoura, porém acabou ficando por baixo no solo. Neste momento, o desafiante surpreendeu o campeão e partiu para o ataque que trouxe o título. Com um justo ataque no braço, ele esticou o braço de Ben Henderson e forçou a desistência.

LEIATibau sofre, mas bate Jamie Varner no card preliminar

Ainda no octógono, Pettis elogiou o rival, afirmou que uma nova luta poderia acontecer, mas pediu para Joe Silva – matchmaker do UFC, responsável por marcar as lutas – um desafio diante do brasileiro José Aldo: “Joe Silva, por favor, eu e José Aldo temos contas para acertar”, disparou o agora campeão.

Barnett reestreia no UFC com vitória sobre Mir

Na segunda luta mais importante da noite, Josh Barnett voltou ao UFC com o pé direito. Diante de Frank Mir, o veterano peso pesado partiu com tudo pra cima do adversário logo no início da luta. Ele encurtou a distância, buscou o clinch e desferiu vários golpes. Mir ainda tentou respondeu na trocação, mas a contundência de Barnett era maior. Depois de dominar o pescoço do rival, Josh encaixou uma justa joelhada que levou Frank ao chão já nocauteado.

Confira abaixo os resultados completos do UFC 164: 

Card principal

Anthony Pettis finaliza Ben Henderson com um arm-lock no R1;

Josh Barnett derrotou Frank Mir por nocaute técnico no R1;

Chad Mendes derrotou Clay Guida por nocaute técnico no R3;

Ben Rothwell derrotou Brandon Vera por nocaute técnico no R3;

Dustin Poirier derrotou Erik Koch por decisão unânime

Card preliminar

Gleison Tibau derrotou Jamie Varner na decisão dividida dos juízes;

Tim Elliot derrotou Louis Gadinot por decisão unânime dos juízes;

Huyn Gyu Lim derrotou Pascal Krauss por nocaute técnico no R1;

Chico Camus derrotou Kyun Ho Kang por decisão unânime dos juízes;

Soa Palelei derrotou Nikita Krylov por nocaute técnico no R3;

Al Iaquinta derrotou Ryan Couture por decisão unânime dos juízes;

Magnus Cedenbland finalizou Jared Hamman com uma guilhotina no R1;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Anderson França Soares
Anderson França Soares
7 anos atrás

Esse Anthony Pettis tem futuro no UFC, ops! ele já é realidade, só tem um probleminha chama-se José Aldo. Foi nascer logo na época do Aldo, fala sério é parece o jogador C.Ronaldo foi nascer logo na época do Messi.kkkkkkkkkkkk!!!!!!!