AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Patrício Pitbull vence batalha contra AJ McKee e reconquista cinturão no Bellator 277

Brasileiro protagoniza batalha de cinco rounds e tira invencibilidade de sensação da organização; resultado foi na decisão unânime dos juízes

P. Pitbull é o campeão dos penas no Bellator. Foto: Divulgação / Bellator

É do Brasil. Em revanche histórica no Bellator 277, realizado nesta sexta-feira (15), em San Jose (EUA), Patrício Pitbull teve uma grande batalha contra AJ McKee e conseguiu recuperar o cinturão dos penas, perdido em julho de 2021. Após ‘guerra’ de cinco rounds, o brasileiro convenceu os três juízes laterais e triunfou na decisão unânime (clique aqui para ver os melhores momentos da luta).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Com o resultado, Pitbull confirmou mais uma vez a alcunha de nunca ter sido superado em uma revanche. Agora, o atleta reassume o topo absoluto dos penas, divisão que o fez se tornar o maior nome na história da companhia.

Superado nos pontos, McKee não escondeu a insatisfação após o anúncio oficial do combate. Após a derrota, que marcou seu primeiro tropeço em 19 compromissos como profissional no MMA, o atleta deixou rapidamente o cage circular sem dar entrevista.

PUBLICIDADE:

O triunfo marcou o 33º resultado positivo de Patrício na modalidade. O atleta, agora, aguardará para saber se uma trilogia será confirmada pela organização.

A luta

O confronto começou com McKee partindo para cima com um chute na linha de cintura logo nos segundos iniciais. O campeão seguia tomando a inciativa, enquanto o brasileiro buscava o melhor momento para atacar. Em desvantagem na envergadura, o potiguar tentava encontrar a melhor distância. O norte-americano insistia nos chutes no corpo, enquanto Patrício economizava nas investidas. No minuto final, Pitbull partiu para cima com uma combinação de socos, obrigando o campeão a caminhar para trás. A etapa acabou com os atletas trocando golpes no centro do cage circular.

PUBLICIDADE:

O segundo round teve início com um chute alto de Pitbull, que parou na guarda do norte-americano. O brasileiro apostava nos chutes na base, enquanto o campeão buscava o melhor momento para atacar. Na metade do assalto, Pitbull se lançou para frente do rival om uma combinação de socos. AJ conseguiu se defender. Perto do minuto final, McKee lançava ataques na longa distância. Os atletas passaram a se provocar no cage circular e a tensão aumentava. A etapa acabou com o brasileiro melhor, encaixando os melhores ataques.

PUBLICIDADE:

Na terceira etapa, AJ lançou um chute rodado nos segundos iniciais. Patrício respondeu com um chute baixo. Passados quase dois minutos, o brasileiro conectou um cruzado limpo na cabeça do campeão, que se desequilibrou. Em desvantagem na trocação, o norte-americano partiu para as pernas e levou o potiguar para o chão. Pressionado contra as grades, Patrício fazia força e tentava se levantar. O brasileiro conseguiu ficar de pé e tentou uma guilhotina no campeão. O brasileiro fazia força, mas McKee conseguiu escapar. Nos segundos finais, AJ conseguiu reverter a posição e ensaiou um mata-leão, mas não havia mais tempo.

No quarto round, McKee tomou a inciativa, com um chute na linha de cintura do brasileiro. O assalto era mais lento do que os anteriores, mas não deixava de ser tenso. Passados quase dois minutos, AJ balançou o brasileiro com uma sequência de socos e chutes. O ex-campeão respondeu com dois chutes baixos. Perto do minuto final, Patrício conectou dois ganchos na linha de cintura do campeão, que tinha expressão de preocupação. Com segundos para acabar a etapa, McKee arriscou uma queda, mas o brasileiro se defendeu bem.

A etapa decisiva começou com AJ buscando uma queda logo nos segundos iniciais. O campeão pressionava o brasileiro contra as grades e conseguiu derrubar o rival. Patrício fazia força e tentava ficar de pé. O tupiniquim conseguiu ficar de pé, mas foi levado ao chão na sequência. Com raça, o tupiniquim novamente ficou de pé e o duelo voltou a ser disputado no centro do cage circular. No minuto final, Pitbull encaixou um upper de esquerda limpo no queixo de AJ. O campeão economizava nos ataques, enquanto o brasileiro caminhava para frente. O duelo passou a ser franco, com os atletas buscando o nocaute. Perto do gongo soar, o norte-americano voltou a derrubar o tupiniquim, que se levantou rapidamente.

Resultados do Bellator 277

CARD PRINCIPAL

Peso pena (até 65,7kg.): Patrício Pitbull derrotou AJ McKee derrotou na decisão unânime dos juízes (49-46, 48-47, 48-47) – Luta pelo cinturão

Peso meio-pesado (até 93kg.): Vadim Nemkov x Corey Anderson terminou sem resultado (No Contest) no R3 devido a cabeçada não intencional de Anderson – Luta pelo cinturão

Peso casado (até 68kg.): Aaron Pico derrotou Adli Edwards por nocaute técnico a 55seg. do R3

Peso pesado (até 120,2kg.): Linton Vassell derrotou Timothy Johnson por nocaute técnico a 4m21s do R1

CARD PRELIMINAR 

Peso meio-médio (até 77kg.): Tyson Miller derrotou Rhalan Gracie por nocaute técnico (interrupção médica) a 5m do R1

Peso pesado (até 120,2kg.): Tyrell Fortune derrotou Rakim Cleveland por nocaute técnico a 1m38s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Dovletdzhan Yagshimuradov derrotou Rafael Carvalho por nocaute técnico a 4m04s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Bobby Seronio III derrotou Calob Ramirez por nocaute a 2m14s do R2

Peso casado (até 66,2kg.): Gaston Bolanos derrotou Daniel Carey por nocaute a 4m59s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Kyle Crutchmer derrotou Michael Lombardo na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 30-27)

Peso mosca (até 56,7kg.): Edwin De Los Santos derrotou Alberto Mendez na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena (até 65,7kg.): Rogelio Luna derrotou Socrates Hernandez por nocaute técnico a 4m48s do R3

Peso pena (até 65,7kg.): Laird Anderson finalizou JT Donaldson com um mata-leão a 2m44s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Theo Haig finalizou Alan Benson com um mata-leão a 2m08s do R1

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276