AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Único brasileiro no card preliminar, Bruce Souto é nocauteado em estreia na PFL

Mineiro começa bem, mas sucumbe ao poder de nocaute de Rob Wilkinson

B. Souto estreia com derrota na PFL. Foto: Reprodução/Instagram @pflmma

Não deu para Bruce Souto. Único representante brasileiro no card preliminar da PFL 2022 #1, evento realizado nesta quarta-feira (20), o mineiro começou bem, mas sentiu a pressão e acabou nocauteado por Rob Wilkinson aos 46seg. do segundo round. O duelo foi válido pela divisão dos meio-pesados (até 93kg.) da organização.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Descoberto na 1ª edição do ‘Challenger Series’, Souto estreia com o pé esquerdo na organização. Em sua carreira, agora, são 15 vitórias e quatro derrotas. O ‘Soldado de Guerra’ teve sequência de nove vitórias quebrada no combate.

Ex-UFC, Rob Wilkinson amplia sequência de três triunfos seguidos. Em sua carreira, agora, o lutador coleciona um retrospecto de 14 resultados positivos e dois negativos em sua carreira.

PUBLICIDADE:

A Luta

Souto começou chutando alto, mas Wilkinson fez a defesa. Os dois atletas fizeram começo de grande estudo, até que o brasileiro fintou uma combinação e entrou com cruzado. Como defesa, Rob aproveitou a oportunidade para entrar em quedas – em três tentativas – para pressionar Bruce. O australiano, inclusive, passou com facilidade a meia-guarda, onde ficou até o final do round.

Confortável no combate, Wilkinson teve início forte e conseguiu ‘liquidar a fatura’ no segundo round. Com ritmo intenso, o australiano acertou um contragolpe que fez Bruce cair. O australiano ainda aplicou boas joelhadas antes da separação do árbitro no combate.

PUBLICIDADE:

Omari Akhmedov aplica nocaute brutal e soma seis pontos nos meio-pesados

O. Akhmedov nocauteou V. Pesta na PFL 2022 #1. Foto: Reprodução/Twitter

PUBLICIDADE:

Depois de tentativa frustrada nos meio-pesados (até 93kg.) em edição de 2021, Omari Akhmedov provou que está disposto a fazer uma temporada diferente. E o russo conseguiu somar seis pontos ao nocautear, de forma brutal, Viktor Pesta com uma sequência de cruzados no primeiro round.

Com isso, Akhmedov soma 21 vitórias, sete derrotas e um empate em sua trajetória no MMA profissional. Pesta, por outro lado, tem 18 resultados positivos e seis negativos na carreira.

Cory Hendricks dá show e vence Emiliano Sordi por nocaute

No encerramento do card preliminar, um atropelo de Cory Hendricks. Em luta válida pelo torneio dos meio-pesados (até 93kg.), o norte-americano utilizou de seu ground and pound violento para nocautear Emiliano Sordi no chão. Com isso, ele começa com cinco pontos na pontuação.

Hendricks consegue uma das vitórias mais importantes da carreira. Ele, agora, possui nove vitórias e quatro derrotas. Já Sordi, que foi finalista da edição anterior, não consegue repetir o nível de atuação. O argentino tem 23 resultados positivos, 10 negativos e um empate.

Em luta morna, Marthin Hamlet bate Teodoras Aukstuolis por pontos

M. Hamlet (dir.) derrotou T. Aukstuolis (esq.) por pontos. Foto: Reprodução/Instagram

Finalista da última temporada na PFL, Marthin Hamlet fez luta morna, mas conseguiu vencer Teodoras Aukstuolis. Com prejuízo na trocação, o norueguês adotou um forte jogo no Wrestling e saiu com o triunfo na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27). Ele soma três pontos de olho em uma vaga na próxima fase.

Experiente na organização, Marthin volta a vencer – após perder para Antônio Cara de Sapato na decisão do torneio de 2021, que aconteceu em outubro. Em sua carreira, são nove resultados positivos e três negativos.

Já Teodoras estreia com o ‘pé esquerdo’ na organização. Ele soma 11 vitórias e, agora, seis derrotas em sua carreira como profissional, que teve início em 2009.

Alex Martinez supera Stevie Ray e volta a vencer na PFL

Trocação franca, tentativas de finalizações e show de quedas. O combate entre Stevie Ray e Alex Martinez teve ‘ingredientes’ que animaram a comunidade de MMA. Depois de três rounds, o paraguaio foi superior ao paraguaio e saiu com os ‘braços erguidos’ na decisão unânime dos juízes.

Martinez alivia sua situação na PFL, depois de duas derrotas na edião anterior. O paraguaio tem nove vitórias e três derrotas na carreira, além de fazer três pontos no torneio dos leves (até 70,3kg.)

Ex-UFC, Ray fez sua estreia com o ‘pé esquerdo’ em sua nova organização. O veterano conta com um histórico de 23 triunfos e dez reveses.

Resultados da PFL 1 2022

CARD PRINCIPAL

Peso leve (até 70.3 kg.): Clay Collard derrotou Jeremy Stephens na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso leve (até 70.3 kg.): Raush Manfio derrotou Don Madge por nocaute aos 2m42s do R3

Peso meio-pesado (até 93kg) : Antonio Cara de Sapato derrotou Delan Monte por finalização (estrangulamento) aos 29s do R1  

Peso leve (até 70.3 kg.): Olivier Aubin-Mercier derrotou Natan Schulte na decisão dividida dos juízes (29×29, 28×29, 29×28)

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93kg.): Cory Henderson derrotou Emiliano Sordi por nocaute técnico a 2m13seg. do R2

Peso leve (até 70.3kg.): Alexander Martinez derrotou Stevie Ray na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso meio-pesado (até 93kg.): Marthin Hamlet derrotou Teodoras Aukstuolis na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-pesado (até 93kg.): Omari Akhmedov derrotou Viktor Pesta por nocaute (socos) aos 1m25s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Robert Wilkinson derrotou Bruce Souto por nocaute técnico (socos) aos 46s do R2

Peso meio-pesado (até 93kg.): Simeon Powell derrotou Clinton Williams por nocaute (joelhada) aos 4m38s do R3

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276