Cris Cyborg defende trono dos penas no Bellator 279, neste sábado, em evento com duas disputas de cinturão

Brasileira tenta ampliar legado na companhia em revanche contra Arlene Blencowe; Juan Archuleta e Raufeon Stots lutam por título interino dos galos

C. Cyborg após vitória no Bellator 271. Foto/Reprodução: @bellator.europe

Adorada por parte dos surfistas, a cidade de Honolulu, no Havaí (EUA), será palco de duas disputas de cinturão no Bellator 279. Neste sábado (23), a lendária Cris Cyborg estreia na temporada 2022 e busca sua quarta defesa de título no peso pena (até 65,7kg.). A brasileira terá pela frente Arlene Blencowe, sua vítima em 2020. Além do compromisso da curitibana, o espetáculo contará com uma disputa de cinturão interino no peso galo (até 61,2kg.).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Considerada uma das melhores lutadoras de MMA de todos os tempos, Cyborg subirá mais uma vez no cage circular e tentará manter seus 100% de aproveitamento na organização. A brasileira quer repetir a ótima atuação do primeiro encontro com Blencowe, quando finalizou a rival ainda no segundo round.

Com a lesão de Sergio Pettis, campeão linear dos galos, Juan Archuleta e Raufeon Stots foram promovidos a desafiantes ao cinturão interino do grupo. Os combatentes se enfrentam de olho na oportunidade de unificar o título em um futuro próximo.

PUBLICIDADE:

Além de Cyborg, mais dois brasileiros estarão no card deste fim de semana. Representante dos meio-médios (Até 77kg.), Goiti Yamauchi mede forças com Levan Chokheli, no card preliminar.

O espetáculo também trará a luta de abertura do Grand Prix do peso galo. No combate de estreia, o ex-campeão Kyoji Horiguchi divide o cage circular com Patchy Mix.

PUBLICIDADE:

Ainda na primeira metade do show, mais brazuca. Em situação delicada na companhia, Dayana Silva busca se recuperar no embate contra Janay Harding. A luta será disputada no peso pena.

PUBLICIDADE:

Cyborg x Blencowe: a história se repete?

Absoluta nos penas desde que estreou no Bellator, em 2020, Cyborg tem comprovado, a cada apresentação, ser merecedora do trono do grupo. Neste fim de semana, a brasileira irá se reencontrar com a responsável por sua primeira defesa de título na empresa.

Quando dividiram o cage, Arlene não conseguiu ser competitiva contra a lenda brasileira. Superior tecnicamente, a atleta fugiu de sua principal característica, o nocaute, e finalizou a rival ainda no segundo round.

Desde que superou Blencowe, Cris realizou mais duas defesas de título, e com sucesso. Tanto Leslie Smith quanto Sinead Kavanagh falharam na tentativa de destronar a curitibana, e acabaram duramente nocauteadas.

O tropeço contra Cyborg em 2020 parece não ter abalado a confiança da australiana. Mesmo com a derrota, a lutadora retomou ao caminho das vitórias, conquistando dois triunfos consecutivos, e reassumindo a condição de desafiante. Hoje, Arlene é a número um no ranking encabeçado pela tupiniquim.

Cinturão interino nos galos

Com o campeão linear dos galos, Sergio Pettis, lesionado, a organização decidiu escalar Juan Archuleta e Raufeon Stots para um confronto pelo título interino do grupo.

De um lado, Archuleta subirá ao cage com o sonho de retomar o trono perdido diante de Pettis em maio de 2021. Este será o primeiro desafio do atleta desde que perdeu a condição de líder da categoria. Na ocasião, o atleta foi superado por Sergio na decisão unânime dos juízes, após 25 minutos de confronto.

Antigo representante da LFA (Legacy Fighting Alliance), Raufeon Stots terá sua primeira oportunidade de disputar um título no Bellator. Invicto na organização, o atleta acumula cinco vitórias consecutivas na companhia presidida por Scott Coker.

Quem triunfar na luta co-principal ‘carimbará o passaporte’ para desafiar Sergio para uma luta pela unificação do título.

Ficha técnica do Bellator 279

Data: 23 de abril de 2022

Hora: 21h (horário de Brasília)

Local: Blaisdell Center, Honolulu, Havaí, Estados Unidos

Como assistir: SUPER LUTAS, com todo o card preliminar; card principal na ESPN 4

CARD PRINCIPAL (23h30, horário de Brasília)

Peso pena (até 65,7kg.): Cris Cyborg x Arlene Blencowe – Luta pelo cinturão

Peso galo (até 61,2kg.): Juan Archuleta x Raufeon Stots – Luta pelo cinturão interino

Peso galo (até 61,2kg.): Kyoji Horiguchi x Patchy Mix

Peso mosca (até 56,7kg.): Ilima-Lei Macfarlane x Justine Kish

CARD PRELIMINAR (21h, horário de Brasília)

Peso leve (até 70,3kg.): Lance Gibson Jr. x Nainoa Dung

Peso pena (até 65,7kg.): Justin Gonzales x Kai Kamaka III

Peso meio-médio (até 77kg.): Goiti Yamauchi x Levan Chokheli

Peso leve (até 70,3kg.): Emmanuel Sanchez x Yancy Medeiros

Peso leve (até 70,3kg.): Keoni Diggs x Bobby King

Peso casado (até 54,4kg.): Randi Field x Maraya Miller

Peso pena (até 65,7kg.): Janay Harding x Dayana Silva

Peso mosca (até 56,7kg.): Sumiko Inaba x Whittany Pyles

Peso leve (até 70,3kg.): Ryan Dela Cruz x Jordan Winski

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276