AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Larissa Pacheco tem bela atuação, vence por nocaute e soma seis pontos na PFL #3

Brasileira vai bem e mostra poder de nocaute ao superar Zamzagul Fayzallanova no primeiro round; João Zeferino perde por pontos

L. Pacheco venceu por nocaute no primeiro round em luta na PFL #3. Foto: Reprodução/Twitter @pflmma

Incrível! Em estreia na nova temporada da PFL em 2022, Larissa Pacheco não mediu esforços e, com atuação sublime, nocauteou Zamzagul Fayzallanova com um nocaute brutal no primeiro round. A brasileira, que já foi finalista do torneio, soma seis pontos na disputa pelo cheque de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5 milhões), nas leves (até 70,3kg.).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Larissa tem grande destaque na PFL e emplacou a terceira vitória seguida no terceiro round. Em sua carreira profissional, que começou em 2012, são 16 triunfos e quatro reveses.

Já Fayzallanova não conseguiu surpreender em seu debute na empresa. A cazaque, agora, tem sete triunfos e dois reveses na trajetória como profissional.

PUBLICIDADE:

A Luta

Larissa foi soberana desde o primeiro instante e aplicou grandes golpes na aproximação, que fizeram Zamzagul sentir. Foram combinações de cruzados e diretos que balançaram sua adversária em vários momentos, com a cazaque buscando uma queda. Mas a brasileira mostrou grande superioridade para, com um direto de direita, levar Fayzallanova ao solo, já nocauteada.

João Zeferino tem bons momentos, mas perde para Dilano Taylor nos pontos

J. Zeferino (esq.) viu D. Taylor ter os braços erguidos (dir.). Foto: Reprodução/Instagram @pflmma

PUBLICIDADE:

Disposto a defender sequência de cinco vitórias em série, João Zeferino adotou pressão na luta agarrada como seu ‘carro-chefe’ e chegou perto de finalizar. Porém, o brasileiro viu Dilano Taylor se defender das tentativas e virar a luta em decisão dividida dos juízes. Ele deixa de pontuar em sua estreia nos meio-médios (até 77kg.).

PUBLICIDADE:

Zeferino estava muito decidido do que gostaria de fazer e, ainda no primeiro minuto, conseguiu uma queda. Em seguida, o brasileiro conseguiu chegar às costas, mas viu Taylor reverter a situação; ainda que tenha ‘dado o troco’ por cima e raspado. João não teve problemas para voltar em posição de dominância e tentou uma chave de braço, que foi defendida por Dilano.

O ‘Samurai brasileiro’ voltou à luta com a mesma estratégia e foi em busca de uma queda, mas viu Taylor fazer a defesa. Na trocação, o duelo era equilibrado e com bons momentos para ambos os atletas, com destaque para o norte-americano, que controlava a distância e pontuava, à medida que o round passava.

No terceiro e último round, João entrou em queda em diversas oportunidades, mas só conseguiu efetividade no último minuto, quando ficou na guarda de Taylor e aplicou bons golpes por cima. Já Dilano esteve em vantagem na trocação, com trabalho à longa distância.

Profissional desde 2005, Zeferino não tem sucesso em seu debute na nova temporada da organização. O ‘Samurai’ possui histórico de 26 triunfos e dez reveses, enquanto Taylos soma nove resultados positivos e um negativo.

Genah Fabian surpreende e mostra domínio para vencer Julia Budd por pontos

G. Fabian (dir.) dominou J. Budd (esq.) na PFL #3. Foto: Reprodução/Twitter

Depois de falhar na missão contra Kayla Harrison na edição anterior, Genah Fabian vislumbra outro cenário para nova temporada e deu um importante passo em seu objetivo de ser campeã. A neozelandesa ‘virou’ a luta contra Julia Budd e venceu na decisão unânime dos juízes, mas não soma pontos por ter falhado no corte de peso.

Com isso, Fabian chega em sua quinta vitória seguida. Ela também tem outras duas derrotas. Já Budd perde pela quarta vez, tendo também 16 triunfos na carreira.

Resultados da PFL 2022 #3

CARD PRINCIPAL (22h, horário de Brasília)

Peso leve (até 70,3kg.): Kayla Harrison derrotou Marina Mokhnatikina na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-médio (até 77kg.): Carlos Leal derrotou Ray Cooper III na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 29-27)

Peso leve (até 70,3kg.): Anthony Pettis  finalizou Myles Price com um triângulo a 4m17s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Rory MacDonald finalizou Brett Cooper com um mata-leão a 2m23s do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Larissa Pacheco derrotou Zamzagul Fayzallanova por nocaute 1m25s do R1

CARD PRELIMINAR (19h, horário de Brasília)

Peso meio-médio: Dilano Taylor derrotou João Zeferino na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Peso leve (até 70,3kg.): Genah Fabian derrotou Julia Budd na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio (até 77kg.): Sadibou Sy derrotou Nikolai Aleksakhin na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

Peso meio-médio (até 77kg.): Jarrah Al-Silawi derrotou Gleison Tibau na decisão dividida dos juízes (29-28, 27-30, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Olena Kolesnyk derrotou Abigail Montes na decisão unânime dos juízes (30-27, 28-29, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Martina Jindrova derrotou Vanessa Melo na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276