Charles do Bronx revela o que falou para Dana White após vencer Justin Gaethje no UFC 274

Brasileiro ressaltou para o 'chefão' que ainda se sentia como campeão dos leves depois de mais uma finalização no Ultimate


Charles do Bronx finalizou Justin Gaethje e foi falar com Dana White, que acompanhava o UFC 274 do último sábado (7) ao lado dos corners. O teor da conversa seguiu como um mistério, mas foi desvendado em entrevista do brasileiro com exclusividade ao canal do SUPER LUTAS no ‘YouTube’.

Veja Também

Questionado sobre o assunto, Do Bronx revela que a principal motivação foi destacar que, apesar de ter perdido o cinturão dos leves (até 70,3kg.) por não bater o peso, ainda se considera como campeão da organização.

PUBLICIDADE:

“Pelo fato de ficar vindo muito para cá (Estados Unidos), eu entendo muito o que as pessoas falam, mas não consigo falar. E falei para ele: ‘O campeão tem nome ainda. É o Charles Oliveira’. Algumas coisas a gente entende (em inglês) e outras não. Mas é mais na emoção e no calor. Eu só queria dizer que nada tinha mudado e eu seguia campeão”, relembrou Charles.

A retirada do título não foi fácil para Do Bronx. O brasileiro diz ter se sentido injustiçado, além de ressaltar que não fez nada de errado para a decisão do UFC em tirá-lo do posto de detentor do cinturão.

PUBLICIDADE:

“Quando perdi o cinturão só queria chorar. São 11 anos do sonho. Não só do Charles, mas de milhares de pessoas. É complicado. E, se você não bate o peso, é uma coisa. Saber que você fez tudo correto, que está certo e tirarem seu cinturão por uma coisa que não é sua, é triste. A Comissão (Atlética) não chegou e falou que a balança estava errada, igual avisaram outros lutadores”, concluiu.

Charles do Bronx vive seu melhor momento na carreira. Com uma sequência de 11 vitórias seguidas, o brasileiro bateu Justin Gaethje, Dustin Poirier, Michael Chandler e Tony Ferguson em suas últimas apresentações. Em sua carreira, são 33 resultados positivos, oito negativos e um ‘no contest’.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276