Após volta por cima, Do Bronx desabafa sobre polêmica perda de cinturão na véspera do UFC 274: ‘Só queria chorar’

Destronado depois de polêmica em pesagem oficial nas vésperas da luta contra Gaethje, estrela brasileira narra bastidores de incidente histórico

Depois do show protagonizado por Charles do Bronx no UFC 274, o brasileiro decidiu desabafar sobre a polêmica histórica que antecedeu sua luta contra Justin Gaethje. Com exclusividade ao SUPER LUTAS, a estrela brasileira narrou os bastidores da falha no corte de peso, que resulto na perda do cinturão dos leves (até 70,3kg.). O atleta explica o que, de fato, aconteceu e descreveu o sentimento após a decisão do Ultimate.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“É uma coisa triste. Bati o peso na quinta-feira (um dia antes da pesagem). Foi o que aconteceu. Toda a minha equipe publicou (nas redes sociais) que a gente estava no peso. E você acorda de manhã para a pesagem, chega lá, e vê que falta 1kg. Eu perco, dormindo, de 500g. a 700g. Era para eu estar muito abaixo do que isso”, afirmou o brasileiro.

Inserido em um verdadeiro pesadelo para qualquer campeão, Do Bronx falou sobre uma troca de balanças. Ainda com o contratempo, o brasileiro admitiu ter feito o seu melhor para cumprir com o compromisso e chegar no limite de 70,3kg., exigido para uma luta pelo cinturão.

PUBLICIDADE:

“Bati o peso na balança (dos bastidores) no UFC e, depois, vi que ela foi trocada. Fiz de tudo para cortar meu peso, mas ficou muito em cima da hora. Eu não gosto de falar muito, mas fui injustiçado. Eu bati meu peso, não errei com a Comissão Atlética e com o UFC. Acho que eles sabem disso, pois não brigaram comigo. Eles sabem. Eu estava no meu peso, sim. Mas, faz parte. Tiraram o cinturão de uma pessoa que bateu o peso, mas minha história sempre foi de superação e volta por cima. Agora, vamos ter que buscar ele (o cinturão) de novo”, explicou.

Com a falha, Charles acabou perdendo o trono da divisão dos leves. Sem o cinturão, o lutador desabafou sobre o sentimento de frustração momentos antes de um dos maiores desafios da sua carreira.

PUBLICIDADE:

“Quando perdi o cinturão, só queria chorar. São 11 anos do sonho. Não só do Charles, mas de milhares de pessoas. É complicado. Se você não bate o peso, é uma coisa. Saber que você fez tudo correto, que está certo e tirarem seu cinturão por uma coisa que não é sua, é triste. A Comissão (Atlética) não chegou e falou que a balança estava errada, igual avisaram para outros lutadores”, encerrou.

PUBLICIDADE:

A sensação de abatimento, no entanto, não foi o suficiente para desviar Do Bronx para seu foco principal: a vitória. Horas depois de passar por um dos momentos mais conturbados de sua trajetória no esporte, o brasileiro subiu no octógono para encarar Gaethje. Na luta, o atleta deu show e conquistou o resultado positivo com uma finalização no primeiro round.

Com o triunfo, Charles se credenciou para disputar o título vago da categoria. O atleta, porém, ainda não sabe quem será o adversário, nem quando acontecerá o confronto.

Podcast #63: Blachowicz merece enfrentar Glover pelo cinturão do UFC? Lyoto perde no Bellator e se complica