Michael Chandler e Nate Diaz chegam a acordo verbal por duelo no UFC 277: ‘mandem o contrato’

Três dias após nocautear Tony Ferguson no UFC 274, Chandler aceitou enfrentar Diaz em julho

M. Chandler e N. Diaz chegaram a acordo verbal para se enfrentarem (Foto: Montagem/SUPER LUTAS)

Ansioso para fazer a última luta de seu contrato com o UFC, Nate Diaz pode finalmente ter encontrado um adversário: Michael Chandler. Por meio de rede social, os dois lutadores chegaram a um acordo verbal para se enfrentarem no UFC 277, em julho.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Tudo começou com Nate Diaz anunciando o desejo de atuar no evento do dia 30 de julho, na divisão dos meio-médios (até 77 kg). Ex-desafiante ao cinturão dos leves (até 70,3 kg), Michael Chandler respondeu o “tweet” de Diaz, se dizendo pronto para a luta.

“Eu estou aqui. Volta rápida. Vou fazer sua cabeça girar no próprio eixo”, escreveu Chandler.

PUBLICIDADE:

Logo em seguida, Michael Chandler, em nova publicação no “Twitter”, voltou a provocar Nate Diaz.

“Ei, Nate Diaz, cale a boca e pare de reclamar. Fique de boca calada. Levante sua cabeça até seu papai marcar uma luta para que você espalhe seu sacrifício pelo tatame novamente. Talvez seja eu…se você estiver com sorte. Te vejo no topo”, provocou Chandler.

Nate Diaz respondeu, pedindo para que o UFC mandasse o contrato da luta após “deixá-lo na geladeira por um ano”.

PUBLICIDADE:

“UFC me manteve na geladeira por um ano. Michael Chandler obviamente está pronto para lutar. Mandem o contrato. Chegou a hora”, pediu Diaz.

Um dos atletas mais populares do UFC, Nate Diaz vem de derrotas consecutivas na divisão dos meio-médios para Jorge Masvidal e, mais recentemente, Leon Edwards, em junho do ano passado.

PUBLICIDADE:

Michael Chandler, por sua vez, não atua na divisão até 77 kg desde sua estreia profissional, em 2009. O ex-campeão dos leves do Bellator vinha de derrotas consecutivas contra Charles do Bronx e Justin Gaethje até nocautear Tony Ferguson de forma incrível no UFC 274, no último sábado (7).

Podcast #69: Alex Poatan brilha e Adesanya sai vaiado no UFC 276