Bisping explica por que acredita que Conor McGregor teria boas chances de derrotar Charles do Bronx

Ex-campeão e atual comentarista do UFC, o britânico analisou o possível duelo entre o brasileiro e o irlandês

C. do Bronx pode ter C. McGregor como próximo adversário (Foto: Montagem SUPER LUTAS)

Entre a extensa lista de candidatos a enfrentar Charles do Bronx pelo cinturão dos leves (até 70,3 kg) do UFC, um deles parece contar com a preferência do brasileiro: Conor McGregor. Nome mais popular do MMA mundial, o irlandês é visto por Charles como uma boa oportunidade de “encher os bolsos”. De acordo com o ex-campeão dos médios (até 83,9 kg) Michael Bisping, no entanto, o duelo contra o “Notório” pode ser perigoso para Do Bronx.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Durante participação no podcast “Believe You Me”, Michael Bisping afirmou que, por mais que não acredite que Conor McGregor seja merecedor de uma disputa de cinturão, sabe que o peso do nome do irlandês pode alçá-lo ao posto de desafiante. Além disso, o britânico apontou que o casamento da luta favorece ao estilo do ex-campeão.

“McGregor merece uma disputa de cinturão? Não, ele não merece. Mas ele é a maior estrela do esporte e isso é algo que às vezes conta. Eu não ficaria com raiva se ele conseguisse isso. Charles também gostaria disso. Seria uma grande luta e um sucesso de vendas. Eu já disse isso antes, Charles recebe golpes. De todas as lutas, essa é a que mais favorece Conor, simplesmente porque Charles recebe golpes. Todos sabem que eu não estou beijando a b*** de McGregor. Estou longe de ser o maior fã de McGregor”, afirmou Bisping.

PUBLICIDADE:

Ex-campeão de duas divisões do UFC, Conor McGregor vive momento ruim. O irlandês vem de derrotas consecutivas e perdeu três das últimas quatro lutas no octógono.

Charles do Bronx, por sua vez, vem de incríveis 11 vitórias consecutivas no Ultimate, incluindo a conquista e uma defesa do cinturão dos leves.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano