AO VIVO

Acompanhe a PFL 5 2022, com esquadrão brasileiro em ação

Anderson Silva dá show de movimentação e quase chega a nocaute em luta de exibição contra Bruno Caveira

Lenda dos esportes de combate, brasileiro de 47 anos tem combate movimentado com compatriota no Abu Dhabi Unity; duelo amistoso acabou em empate

A. Silva (dir.) e B. Caveira (esq.) empataram em luta de boxe. Foto: Reprodução/FRONTROW

Lenda incontestável dos esportes de combate, Anderson Silva voltou a encher os olhos dos fãs em nova apresentação no boxe. Ex-campeão do UFC, o brasileiro topou o desafio de medir forças com o compatriota Bruno Caveira pelo ‘Abu Dhabi Unity’, realizado neste sábado (21), nos Emirados Árabes. Pelo acordo, caso não houvesse nocaute nos oito rounds de embate, a luta teria o ‘empate’ como resultado oficial.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em sua terceira apresentação desde que deixou o Ultimate, Silva voltou a provar que ainda tem condições de atuar em alto nível. O brasileiro deu show de combinações, movimentação e chegou perto de nocautear o compatriota no quinto round.

Responsável por dividir o ringue com uma lenda viva, Bruno não escondeu a emoção em enfrentar o antigo companheiro de ‘Team Nogueira’. Estrela nos Emirados Árabes, Caveira agradeceu a oportunidade e arrancou aplausos do público.

PUBLICIDADE:

Ovacionado no evento, Anderson apontou aquele que pode ser seu próximo compromisso nas artes marciais. O brasileiro se mostrou aberto a atuar em uma competição de jiu-jitsu, e não descartou Abu Dhabi como um dos destinos.

A luta

O confronto começou com os atletas medindo a distância e trocando jabs no centro do ringue. Anderson atuava na base de canhoto e tentava encurtar para entrar no raio de ação do oponente. No minuto final, Caveira tocou a lenda com um cruzado, mas ‘Spider’ absorveu bem o ataque. Perto do fim da etapa, Silva caminhava em direção ao oponente e lançava diretos, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

Na segunda etapa, Anderson tomou a iniciativa, lançando uma sequência de jabs. Caveira respondeu na mesma moeda. Perto do minuto final, Bruno atacou com dois ganchos na linha de cintura de ‘Spider’, que lançou um direto, mas o golpe passou no vazio. Nos segundos finais, Silva foi pressionado contra as cordas, e absorveu alguns ataques, mas não se abalou.

PUBLICIDADE:

O terceiro round começou com Anderson tocando primeiro o adversário, com um jab. A lenda partiu para cima e atacou com diretos e cruzados, o que levantou os espectadores. No minuto final, o brasileiro atuou de guarda baixa e tentava atrair Bruno para um contragolpe. Caveira caminhava em direção a Anderson, mas economizava nos ataques. Silva seguia de guarda baixa, mas não havia muita ação entre as estrelas.

O quarto assalto teve Silva, novamente, lançando o primeiro golpe, com um jab. O ex-campeão do UFC se movimentava bem e atacava com jabs e diretos. Caveira mostrava concentração e aguardava o melhor momento para responder. Perto do minuto final, ‘Spider’ partiu para cima, pressionou com combinações e os lutadores foram para o clinch. Separados pelo árbitro, a luta tomou tons intensos, com uma trocação franca entre os protagonistas. Silva se soltava, mas Caveira também atacava com golpes potentes.

No quinto round, os atletas voltaram agressivos. Logo nos momentos iniciais, a lenda atacou com combinações de ganchos na linha de cintura de Bruno. Caveira passou a caminhar em direção ao paulista e encaixou um cruzado potente no ex-campeão do UFC. Anderson não mostrava incômodo com as investidas do compatriota e, no minuto final, ‘Spider’ conectou uma bomba de esquerda em Caveira, que absorveu bem o ataque. Nos segundos finais, Silva passou a pressionar o adversário contra as grades e castigava o oponente. Com um ataque perto do soar do gongo, Bruno foi à lona e o árbitro abriu contagem, mas ainda havia combate.

No sexto assalto, Caveira voltou mais agressivo. Silva levantava a guarda e atuava no contragolpe. A lenda do UFC seguia melhor no confronto e aguardava um erro do oponente. Nos segundos finais, Silva voltou a pressionar o oponente próximo às cordas, mas o assalto acabou sem muita ação entre os brasileiros.

O sétimo round começou com Caveira tomando a iniciativa com um jab. Anderson respondeu na mesma moeda. O embate era disputado no centro do ringue, mas sem contundência nas duas partes. Perto do minuto final, Silva voltou a partir para cima e lançava uma combinação de jabs e diretos em Caveira, que se defendeu bem. Perto do fim do confronto, os atletas partiram para a luta franca, com vantagem para o ex-campeão do UFC. A etapa acabou com Bruno tentando enquadrar Silva perto das grades, e com um cruzado limpo no rosto, mas não havia mais tempo.

No último assalto, Silva continuava apresentando boa movimentação, e ‘perseguia’ o rival pelo ringue. Longo nos momentos iniciais, Anderson pressionou o compatriota contra as cordas e combinava ganchos e cruzados no corpo do oponente. Silva seguia impressionando com a ação entregue no evento e Bruno tentava se recuperar. O confronto acabou com os atletas trocando golpes próximos às cordas.

Resultados do Abu Dhabi Unity

CARD COMPLETO 

Peso a ser anunciado: Floyd Mayweather x Don Moore

Peso até 88kg: Anderson Silva x Bruno ‘Caveira’ Azeredo terminou em empate*

Peso até 59kg: Delfine Parsoon derrotou Maiva Hamadouche na decisão unânime dos juízes (97-94, 97-83, 96-94)

Peso até 91kg: Badou Jack derrotou Hany Atiyo por nocaute a 46seg do R1

*O acordo seria que, se não acontecesse nocaute, o combate terminaria empatado.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano