Em batalha épica, Michel Pereira supera Santiago Ponzinibbio no UFC Las Vegas 55 e desafia Jorge Masvidal

‘Paraense Voador’ vive ‘guerra’ no octógono e bate ‘Argentino Gente Boa’ na luta co-principal deste sábado

M. Pereira (esq.) derrotou S. Ponzinibbio (dir.) no UFC Las Vegas 55. Foto: Divulgação/UFC

Promessa cumprida. No confronto entre ‘Brasil e Argentina’, melhor para Michel Pereira. Destaque no UFC Las Vegas 55, realizado neste sábado (21), o ‘Paraense Voador’ viveu uma batalha épica contra Santiago Ponzinibbio. Ao fim de três rounds marcados pela luta franca, o tupiniquim foi declarado vencedor na decisão dividida dos juízes.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Após nova apresentação, Pereira voltou a mostrar evolução com as luvas do Ultimate. Com a vitória sobre o argentino, Michel, agora, deve ser inserido no top 15 dos meio-médios (até 77kg.).

Responsável por entregar um dos maiores desafios na carreira do ‘Paraense Voador’, Santiago Ponzinibbio não escondeu a decepção após o anúncio oficial do resultado. Xodó da torcida tupiniquim, o combatente atingiu a marca de dois tropeços em sequência.

PUBLICIDADE:

Em grande momento, Michel atingiu a marca de cinco vitórias consecutivas na empresa. Em entrevista ainda no octógono, o brasileiro não perdeu tempo e desafiou Jorge Masvidal e Nate Diaz, estrelas da categoria liderada por Kamaru Usman.

A luta

O confronto começou Michel tomando a iniciativa com um chute na linha de cintura do argentino. Na sequência, Pereira seguiu mais agressivo e tentou uma sequência de socos. O ‘Paraense Voador’ seguiu mais agressivo no início do embate, enquanto Santiago tentava encontrar a melhor distância para golpear. Após cerca de um minuto, Michel conectou um direto limpo no rosto do argentino. Na metade do round, Ponzinibbio agrediu o brasileiro com um chute baixo. O duelo seguia tenso, com os protagonistas lançando seus melhores ataques. Perto do minuto final, um direto do paraense abalou Santiago. O argentino tentava se recuperar, mas seguia caminhando em direção do tupiniquim. Nos segundos finais, os lutadores partiram para a trocação franca, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

No segundo round, o primeiro ataque foi do brasileiro, que arriscou uma combinação de direto e chute. Santiago respondeu com um cruzado, que parou na guarda do tupiniquim. O ‘Paraense Voador’ voltou a balançar o argentino com um direto. Em bom momento, Michel seguiu agressivo e combinava socos e chutes. Perto da metade da etapa, Pereira dava show de movimentação e evitava os melhores ataques do argentino. Restando pouco mais para o fim do assalto, Michel recebeu um duro direto do argentino. O brasileiro, no entanto, não se intimidava e continuava respondendo às investidas do rival. No minuto final, os atletas aceitaram a luta franca e protagonizavam uma verdadeira batalha. Perto do fim do round, o argentino se aproveitou de um descuido do brasileiro e levou o oponente ao chão, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

O último assalto começou com os atletas medindo forças no centro do octógono. Ainda nos instantes iniciais, Pereira lançou um chute alto e seguiu agredindo com socos e chutes. Santiago respondia com perigo, atacando com diretos e jabs, que explodiam no rosto do brasileiro. O argentino seguiu em bom momento, e encaixou um cruzado que fez Pereira balançar. Ponzinibbio encontrava a melhor distância e pontuava com jabs e diretos. Pereira tentava se recuperar, mas era ‘perseguido’ pelo argentina no octógono. O embate continuava tenso, com os atletas entregando tudo no campo de luta. Perto do minuto final, os atletas seguiam lançando seus melhores ataques, enquanto o público no UFC Apex vibrava a cada golpe. Nos segundos finais, os lutadores trocavam golpes no centro do octógono, mas não havia mais tempo.

Estatísticas de ‘Pereira x Ponzinibbio’

Resultados do UFC Las Vegas 55

CARD PRINCIPAL

Peso galo (até 61,2kg.): Ketlen Vieira derrotou Holly Holm na decisão unânime dos juízes (48-47, 47-48, 48-47)

Peso meio-médio (até 77kg.): Michel Pereira derrotou Santiago Ponzinibbio na decisão dividida dos juízes (28-29, 30-27, 29-28)

Peso médio (até 83,9kg.): Chidi Njokuani derrotou Dusko Todorovic por nocaute (cotovelada) aos 4m48s do R1

Peso palha (até 52,1kg.): Tabatha Ricci derrotou Polyana Viana na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio (até 83,9kg.): Jun Yong Park derrotou Eryk Anders na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso médio (até 83,9kg.): Joseph Holmes derrotou Alen Amedovski por finalização (mata-leão) a 1m04s do R1

Peso pesado (até 120,2kg.):  Jailton Malhadinho derrotou Parker Porter por finalização (estrangulamento) a 4min35s do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Uros Medic derrotou Omar Morales por nocaute técnico a 3m5s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Jonathan Martinez derrotou Vince Morales na decisão unânime dos juízes

Peso pena (até 65,7kg.): Peso pena (até 65,7kg.): Chase Hooper derrotou Felipe Cabocão por nocaute técnico a 3min do R3

Peso palha (até 52,1kg.): Sam Hughes derrotou Elise Reed por nocaute técnico a 3min52s do R3

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano