Patolino celebra luta no mesmo card de Anderson Silva

Finalista do TUF Brasil 2 encara Bobby Voelker no UFC 168, dia 28 de dezembro

W. Patolino (foto) busca sua primeira vitória no Ultimate. Foto: Josh Hedges/UFC

W. Patolino (foto) busca sua primeira vitória no Ultimate. Foto: Josh Hedges/UFC

Vice-campeão da segunda edição do TUF Brasil, Willian Patolino finalmente voltará ao octógono mais famoso do mundo. Seu retorno será no UFC 168, em Las Vegas, dia 28 de dezembro, no mesmo card em que Anderson Silva tentará retomar o cinturão de Chris Weidman. Pela categoria meio-médio (até 77kg), o atleta da PEJOR enfrenta o experiente americano Bobby Voelker, que não vive boa fase na organização.

Na tarde da última quarta-feira, dia 2, Patolino recebeu a ligação de Ed Soares, seu empresário, confirmando o duelo contra Voelker no UFC 168, exatamente como ele havia solicitado. A notícia não chegou a ser uma surpresa tão grande, mas foi a realização de um sonho para o carioca. Ele afirma que lutar em um card com o “Spider” é mais do que poderia imaginar.

“Na verdade, eu já estava com a expectativa de lutar nesse evento, tinha pedido ao meu empresário para falar com a organização que eu queria lutar logo. Passou um tempo e o Ed ligou para cobrar. O Joe Silva falou pra ele ficar tranquilo que não tinha esquecido do seu garoto, no caso eu (risos). Quando foi quarta de tarde, o Ed me ligou para falar que fechou a luta, e fiquei amarradão. Lutar no card do Anderson, para mim, é uma honra muito grande, o cara é meu ídolo no esporte, sempre me espelhei nele. Todos os olhos do mundo estarão voltados para esse dia e vai ser muito importante para mim”, comemora Patolino.

Sobre seu adversário, a sensação do TUF Brasil 2 conhece bem seu estilo de luta e revela que toda sua equipe já está analisando através de vídeos para estudá-lo da melhor forma possível. Voelker está em uma sequência de duas derrotas dentro do UFC. Ele perdeu por decisão unanime para Patrick Côté, em março, e para Robbie Lawler por nocaute, em julho. No que depender de Patolino, a amarga sequência de seu adversário vai continuar. O brasileiro ainda garante ter uma surpresa para os fãs.

“Sei que ele é um striker, mas parece que ele faz um pouco de tudo, é um atleta completo. É um cara muito experiente, mas eu vou pra cima, vou fazê-lo andar para trás. Meu time da PEJOR já está analisando tudo sobre ele e chegarei para a luta muito bem preparado e conhecendo bem meu adversário. Sei também que ele vem de derrota para o Côté e para o Lawler, e agora vai perder para o Willian Patolino (risos). Tem uma surpresa que eu to guardando para a galera, no dia vocês vão ver”, avisa.

William Patolino chegou a cogitar a possibilidade de se preparar para o duelo nos Estados Unidos, mas desistiu da ideia e fará todo o seu camp na PEJOR, academia localizada no bairro da Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. Ele contará com a ajuda de seus treinadores Zeilton Nenzão (Boxe) e Anderson Silvério (Jiu-Jitsu), além do líder da equipe Pedro Silveira e o especialista em muay thay Washington Luiz, conhecido como Washingthai.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments