Dana White reclama do árbitro diz que luta de Cigano deveria ter sido interrompida

Presidente do UFC diz que duelo principal do UFC 166 deveria ser paralisado no terceiro round para preservar Cigano

Dana White (foto) quer ampliar ainda mais o alcance da marca UFC no Brasil em 2014. Foto: Reprodução/Youtube

Dana White (foto) acredita que luta principal do UFC 166 deveria ter sido interrompida. Foto: Reprodução

Cain Velasquez dominou o embate diante de Júnior Cigano durante 23 minutos até conseguir o nocaute nos instantes finais do quinto round da luta principal do UFC 166, evento realizado na noite do último sábado (19), em Houston. Porém para Dana White, presidente da franquia, o domínio do campeão seria menor.

LEIAVelasquez para Cigano: ‘Espero que dessa vez não tenha desculpas’

O dirigente afirmou que o duelo deveria ter terminado no terceiro assalto, quando o brasileiro sofreu uma série de golpes e chegou a cair em knockdown. “Acho que luta deveria ter sido parada no terceiro round. Cigano é um cara que sempre quer lutar. Cigano bate forte, ele tem um coração forte e não tem o porquê uma pessoa jovem como ele passar por aquilo. Um olho estava fechado, o outro tinha um grande corte. Não sou médico, mas acho que deveriam ter parado. Ele estava muito machucado”, afirmou o dirigente.

MAISDana White aponta Werdum como próximo adversário de Velasquez

Cigano terminou a luta com o rosto bastante inchado e um corte profundo  acima do olho esquerdo. O brasileiro foi avaliado algumas vezes durante o combate, mas os médicos liberaram a continuar na luta. Apenas no final do quinto assalto Júnior foi nocauteado, quando tentou uma queda e acabou batendo a cabeça no chão.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
laulau
laulau
7 anos atrás

Cigano leu a mao do velasquez

ruben
ruben
7 anos atrás

concordo