Presidente do WSOF sobre Toquinho: ‘A menos que ele mude, não vamos contratá-lo’

Dirigente ainda afirmou que brasileiro precisa de acompanhamento psicológico

Ray Sefo (foto) só contrataria Toquinho se o brasileiro repensasse suas finalizações. Foto: Divulgação

Ray Sefo (foto) só contrataria Toquinho se o brasileiro repensasse suas finalizações. Foto: Divulgação

O caminho mais provável para Rousimar “Toquinho” nos eventos internacionais, o World Series of Fighting, pode estar se tornando tortuoso. O presidente da organização Ray Sefo, em entrevista ao site “MMA Junkie”, afirmou que a contratação do brasileiro dependeria, impreterivelmente, de uma mudança de comportamento em relação às finalizações.

“A equipe e eu conversamos sobre isso, e ele (Toquinho) precisa procurar algum tipo de ajuda, ou falar com alguém, um psiquiatra ou qualquer outra coisa, que o ajudasse a ficar longe de machucar os outros lutadores. No fim das contas, nós não queremos isso. A menos que ele faça isso (mudar seu comportamento), não vamos pensar em contratá-lo em breve”, afirmou Sefo.

No último dia 9 de outubro, em Barueri (SP), Rousimar “Toquinho” Palhares finalizou Mike Pierce em luta do card principal do UFC Fight Night 29. O brasileiro, porém, segurou por tempo demais a finalização e, devido a sua reincidência no ato, acabou demitido pelo Ultimate. Além disso, Toquinho também foi suspenso pela Confederação Brasileira de MMA.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Vilson
Vilson
6 anos atrás

R. Sefo X Cro Cop

Essa luta não está com nada! Dois veteranos do K-1 lutando para matar saudade quando ambos estavam no auge, acho que é falta de opção, com todo respeito a esses atletas do passado. Será uma luta monótona, previsível, decadente e sem nenhuma plasticidade performática.