Comissão barra estreia de Robert Drysdale por ‘alto nível de testosterona’

Lutador estava escalado para lutar no UFC 167, dia 16 de novembro, contra Cody Donovan

R. Drysdale (foto) é especialista em jiu-jitsu e venceu todas as suas lutas por finalização. Foto: Divulgação

R. Drysdale (foto) está fora do UFC 167. Foto: Divulgação

A estreia de Robert Drysdale no UFC está novamente adiada. O faixa-preta, que estava escalado para enfrentar Cody Donovan no UFC 167, dia 16 de novembro, não teve permissão para lutar concedida pela Comissão Atlética de Nevada. A entidade que sanciona o show alegou altos níveis de testosterona no exame do brasileiro. De acordo com a nota oficial, os índices são três vezes maior que o permitido.

Essa não foi a primeira vez que Drysdale adia sua estreia no octógono. No UFC Rio 4 ele estava escalado para enfrentar o Ednaldo Lula. Na ocasião, Robert até tentou autorização para fazer uso da reposição hormonal com testosterona. Mas após o pedido ser negado ele ficou fora do embate devido a uma infecção na perna.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments