Thiago Bodão mostra otimismo para duelo contra Omari Akhmedov

Lutador paulista não competia desde julho de 2012, devido a uma sequência de lesões

Tiago Bodão (foto) vence Massaramduba e é o terceiro semifinalista dos médios no TUF

Bodão (foto) mostra otimismo para retorno ao UFC.

Afastado das competições desde julho de 2012, no UFC 147,  Thiago Bodão volta ao octógono, neste sábado (09), no UFC Fight Night 32, em Goiânia. Após 17 meses se recuperando de uma série de lesões, o paulista encara o russo Omari Akhmedov e já tem como objetivo fincar seu nome de vez entre os melhores de sua divisão.

Bodão, que foi um dos destaques da primeira edição do TUF Brasil, ficou notabilizado por sua raça durante os combates, falou sobre a felicidade de retornar atuando diante do público brasileiro.

“Não podia estar me sentindo melhor e mais motivado. A vontade de voltar ao octógono e representar meu pais é enorme. Usei bem o meu tempo de recuperação para me preparar ainda melhor, me fortalecer e apresentar o melhor de mim neste combate. Nenhum lutador gosta de ficar muito tempo parado, treinei duro e estou preparado para nunca mais ficar tanto tempo longe das lutas”, declarou

Marcado por uma história repleta de superações – teve diagnosticado um câncer no ombro com oito anos de idade e ficou cinco anos em tratamento intensivo – ele teve de vencer outro obstáculo em sua preparação para o confronto deste sábado, a guerra contra a balança. Após uma recuperação complicada de uma lesão no joelho, ele precisou emagrecer incríveis 31kg para chegar em condições de lutar.

“Por incrível que pareça foi mais tranquilo do que eu imaginava. Minha recuperação foi um pouco complicada e eu tive que ficar muito tempo sem poder me movimentar e nem mesmo colocar o pé no chão.Isso me atrapalhou um pouco para manter a dieta mas logo que o Dr. Guilherme Garofo me liberou para voltar aos treinamentos, fiz um acompanhamento de perto com meu treinador Ricardo Rato e aos poucos meu peso normal foi voltando. Agora já estou no peso, me sentindo leve e mais forte do que nunca”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments