Lutador tem morte cerebral após ser nocauteado com cotovelada na Tailândia

Phanphet Phadungchai segue em ventilação mecânica, mas já não recebe auxílio de medicamentos

P. Phadungchai teve morte cerebral declarada após nocaute brutal (Foto: Reprodução)

Uma luta de muay thai realizada na última sexta-feira (15), na Tailândia, terminou em tragédia. Dias após ser nocauteado brutalmente, o tailandês Phanphet Phadungchai teve a morte cerebral diagnosticada na última segunda-feira (18).

PUBLICIDADE:

Phanphet Phadungchai enfrentou um atleta francês conhecido como Anthony TFC Muay Thai. No quinto e último assalto da luta, o tailandês foi nocauteado por uma cotovelada devastadora na mandíbula e bateu, com força, a cabeça na lona, o que causou uma hemorragia cerebral.

Veja Também

De acordo com informações do jornal tailandês “Thai Rath”, o diagnóstico aponta para uma impossibilidade de reversão do quadro atual. O lutador segue respirando com auxílio de ventilação mecânica, mas, com o aval da família, já não recebe mais o auxílio de medicamentos.

PUBLICIDADE:

“A mãe e a esposa deram consentimento para que ele parasse de ser tratado com estimulantes. No entanto, ele ainda está usando o ventilador para respirar. Estamos esperando por um milagre”, declarou um familiar de Phadungchai.

Phanphet Phadungchai fez parte da seleção nacional de Muay Thai da Tailândia e ganhou uma medalha de prata nos Jogos do Sudeste Asiático de 2019, realizados nas Filipinas.

Esta não é a primeira tragédia ocorrida nas artes marciais neste ano. Em junho, o boxeador sul-africano Simiso Buthelezi morreu dias após “viralizar” ao ficar desnorteado dentro do ringue e golpear um “adversário fantasma”.

PUBLICIDADE:

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC