Promessa brasileira do peso palha, Luana Pinheiro se torna a primeira lutadora do UFC a ser paga em criptomoeda

Por intermédio da BitWage, atleta passa a receber os pagamentos através das famosas Bitcoins, o ‘dinheiro eletrônico’

L. Pinheiro em pesagem pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Promessa brasileira no peso palha (até 52,1kg.) do UFC, Luana Pinheiro decidiu inovar. Por intermédio da BitWage, a combatente, agora, passa a ser a primeira lutadora latino-americana do mundo a receber seus pagamentos em Bitcoin, o ‘dinheiro eletrônico’. Por meio de sua assessoria, a combatente explica o projeto e garante que está segura quanto a aposta no modelo ‘futurista’ de pagamentos.

PUBLICIDADE:

“Acho que não terei problemas com o Bitcoin caindo ou subindo. Se não fosse volátil, também não subiria”, afirmou.

Para explicar a decisão de adotar a criptomoeda como forma de renda, Pinheiro usou sua experiência nas artes marciais para apontar sua opção.

PUBLICIDADE:

“Leva em média de 10 a 15 anos para um indivíduo obter uma faixa preta em jiu-jitsu no Brasil. Então, minha preferência de tempo aqui é longa, se não mais. Todo o resto é apenas ‘barulho’ para mim e, quanto menor o preço, mais Bitcoin poderei garantir no futuro”, afirmou.

A possibilidade de que Luana receba seus salários em Bitcoin teve um intermediador. A empresa BitWage será a responsável por conduzir a movimentação financeira da brasileira.

Profissional no MMA desde 2016, Pinheiro teve como ‘espelho’ para adotar a Bitcoin como sistema de pagamentos seu namorado, Matheus Nicolau, destaque dos mocas no UFC. O lutador adota a estratégia desde março de 2022.

PUBLICIDADE:

“Quando Matheus fez a mudança para ser pago em Bitcoin, alguns meses atrás, conheci a equipe da BitWage. Eles voaram para o Rio (de Janeiro) e prestaram o serviço de concierge presencial ao Matheus. (…) Eu sabia o que tinha que fazer e que quanto mais cedo eu plantar a árvore, mais cedo a árvore cresceria. Foi apenas uma evolução natural das coisas. Não fazer isso era um risco que eu não estava disposta a correr. Quem ousa, vence. Tanto dentro como fora do octógono”, encerrou.

Aos 28 anos, Luana Pinheiro tem traçado uma trajetória de sucesso nas artes marciais mistas. Hoje, a lutadora acumula 11 apresentações na modalidade, com 10 vitórias. Pelo Ultimate, a combatente soma dois compromissos, tendo vencido nas duas oportunidades.

PUBLICIDADE:

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC