Atropelado por Poatan, Strickland admite dificuldades em digerir derrota para brasileiro: ‘Posso começar a beber’

Vítima da nova estrela do Ultimate no UFC 276 desabafa sobre massacre sofrido em luta disputada no início de julho

A. Poatan (esq.) atropelou S. Strickland (dir.) no UFC 276. Foto: Reprodução/Instagram

Vítima histórica de Alex Poatan no UFC 276, realizado no início de julho, Sean Strickland admitiu que ainda tem dificuldades para lidar com a dura derrota sofrida diante do brasileiro. O atleta, que estava invicto no peso médio (até 83,9kg.) até o confronto contra o brasileiro desabafou sobre o momento de dificuldades. Em entrevista ao ‘The Schmo’, o ‘bad boy’ falou sobre o assunto.

PUBLICIDADE:

“Estou passando por momentos difíceis. Pode se confirmar observando a barba, o cabelo. Posso ter começado a usar drogas, beber, viver debaixo de uma ponte. É como me sinto agora”, afirmou Strickland.

Veja Também

No UFC 276, Sean viveu seu compromisso mais importante desde que migrou para o peso médio da organização. Contra Alex, o norte-americano teria a oportunidade de se credenciar a uma disputa de cinturão na sequência.

PUBLICIDADE:

O ‘bad boy’, porém, teve pouco tempo para impor sua estratégia diante da nova estrela brasileira. Vítima da precisão e potência de Poatan, o combatente acabou duramente nocauteado ainda no primeiro round.

Com a derrota, Strickland se afastou momentaneamente do sonho de lutar por um título do Ultimate. Alex, por sua vez, carimbou o passaporte e se confirmou como próximo desafiante do campeão Israel Adesanya, mártir do brasileiro por duas vezes nos tempos de kickboxing.

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC