Brasileira comete erro, é finalizada no Bellator 283 e perde a chance de chegar no top 5 dos moscas

Veterana no MMA, Vanessa Porto sofre deslize fatal e acaba superada por Veta Arteaga no card preliminar

V. Arteaga encaixa guilhotina em V. Porto. Foto: Reprodução/YouTube BellatorMMA

Primeira brasileira a subir no cage circular no Bellator 283, Vanessa Porto não teve sucesso no evento realizado nesta sexta-feira (22), em Tacoma (EUA). A paulista travava um confronto equilibrado com Veta Arteaga, mas acabou cometendo um erro, ao tentar entrar em queda e se descuidar do pescoço. Atenta ao deslize da tupiniquim, a norte-americana se aproveitou, encaixou uma guilhotina e obrigou a adversária a bater em desistência no segundo round.

PUBLICIDADE:

Com o resultado, Porto perde a oportunidade de chegar ao top 5 do peso mosca (até 56,7kg.). Atual número sete no ranking, a brasileira também não conseguiu chegar à segunda vitória consecutiva na organização.

Veja Também

Vitoriosa no embate, Arteaga tem motivos de sobra para comemorar. Além de defender a quinta posição no grupo, a norte-americana volta a sonhar com uma futura disputa de cinturão.

PUBLICIDADE:

A luta

O confronto começou com Porto atingindo a rival com um direto limpo no rosto logo nos segundos iniciais. Veta respondeu com uma combinação de socos e chutes. A brasileira levava vantagem na distância e controlava as ações. Após uma tentativa de chute alto, Porto acabou bloqueada e derrubada pela rival. A paulista conseguiu se levantar e se afastou da oponente. Na metade da etapa, a brasileira arriscou uma queda, mas Arteaga se defendeu bem. Perto do minuto final, as combatentes partiram para a trocação franca, e buscavam o nocaute. O assalto acabou com as combatentes se encarando no centro do cage circular.

O segundo round começou movimentado, com as lutadoras trocando diretos e chutes. Com pouco mais de um minuto de combate, Porto lançava golpes na longa distância e tentava intimidar a adversária. Veta apostava nos chutes baixos e socos no tronco da paulista. Assim como na primeira etapa, Vanessa lançou um chute alto, mas foi bloqueada e derrubada pela oponente. A norte-americana permitiu que a tupiniquim ficasse de pé e o embate voltou a ser disputado no centro do cage circular. Perto do minuto final, Porto arriscou uma queda, mas acabou sendo pega com uma guilhotina. Sem condições de sair da posição, Vanessa bateu em desistência.

Atleta prova do ‘próprio veneno’ e é brutalizado

D. Rosta brutalizou R. Cotton no Bellator 283. Foto: Reprodução/YouTube BellatorMMA

PUBLICIDADE:

Famoso pelo poder de nocaute, Romero Cotton provou de seu ‘próprio veneno’ no Bellator 283. No encontro de promessas do peso médio (até 83,9kg.), o atleta levou a pior no combate contra Dalton Rosta. O embate entre invictos acabou de forma brutal para Cotton, que foi vítima do adversário nos segundos iniciais do último round.

Com a derrota, Cotton deve perder a sétima posição no ranking liderado por Johnny Eblen. O atleta, agora, se despede momentaneamente do sonho de disputar o título, além de perder a invencibilidade na carreira.

PUBLICIDADE:

Candidato a enfrentar o campeão em um futuro próximo, Rosta provou ser um nome a ser observado com atenção pelos fãs de MMA. O atropelo sobre Romero marcou o sétimo triunfo em sequência do lutador, que  não sabe o que é perder como profissional nas artes marciais mistas.

Nos leves, pupilo de Khabib vence por pontos

G. Rabadanov (centro) comemora vitória ao lado de K. Nurmagomedov no Bellator 283. Foto: Reprodução/YouTube BellatorMMA

Depois de ver sua equipe vencer a primeira no Bellator 283, o treinador Khabib Nurmagomedov teve mais um triunfo no card preliminar. Aluno da lenda russa, Gadzhi Rabadanov teve atuação dominante e superou Bobby King em 15 minutos de embate. Após três rounds de controle de solo, o russo foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

O novo resultado positivo fez com que Rabadanov defendesse a nona posição no peso leve (até 70,3kg.). O combatente também atingiu a marca de três triunfos na organização.

Anulado por Gadzhi, King se afastou momentaneamente do sonho de chegar ao top 10 da divisão liderada por Patricky Pitbull. O atleta teve interrompida uma sequência de dois triunfos.

Aluno de Khabib finaliza rival de forma relâmpago

A. Magomedov (centro) comemora vitória no Bellator 283 ao lado de K. Nurmagomedov (dir.). Foto: Reprodução/YouTube BellatorMMA

Aluno do lendário Khabib Nurmangomedov, Akhmed Magomedov deu show em seu debute na organização. Atleta dos penas, o russo não tomou conhecimento de Kai Kamaka III e venceu de forma relâmpago. Afiado na no chão, o combatente chegou ao triunfo com pouco mais de um minuto, obrigando o rival a bater em desistência com um mata-leão.

Antigo representante do Brave, Magomedov segue sem perder como profissional no MMA. O lutador atingiu a marca de nove triunfos na carreira.

Vítima da técnica apurada de Akhmed, Kamaka perde em sua estreia na companhia. O combatente teve uma sequência de três triunfos encerrada.

Nocauteador ‘causa’ e atropela no primeiro round

R. Faraldo aplica nocaute devastador em L. Iniguez. Foto: Reprodução/Twitter @BellatorMMA

Representante dos meio-médios (até 77kg.), Roman Faraldo voltou a ‘causar’ no cage circular. Conhecido pelo seu poder de nocaute, o lutador não tomou conhecimento do estreante Luis Iniguez e protagonizou um atropelo ainda no primeiro round.

Além do show no Bellator 283, Faraldo ampliou sua grande fase na carreira. O atleta de 29 anos mantém sua invencibilidade e chega a oito triunfo em sequência, o quarto consecutivo no primeiro assalto.

Massacrado, Iniguez não teve a estreia esperada na companhia. O atropelo sofrido por Roman pôs fim em dois triunfos seguidos do lutador.

Pupilo de AJ McKee vence em luta apertada

J. Bates (esq.) derrotou M. Coates (dir.) na decisão dividida pelo Bellator 283. Foto: Reprodução/Instagram

Acompanhado pelo ex-campeão dos penas (até 65,7kg.), AJ McKee, Jaylon Bates não teve vida fácil, mas passou por mais um compromisso no Bellator. ‘Cria’ da companhia, o peso galo (até 61,2kg.) travou combate equilibrado com Mark Coates, mas convenceu a maioria dos juízes. Após três rounds de disputa, o norte-americano foi declarado vencedor na decisão dividida.

Com o triunfo, Bates defendeu sua invencibilidade na carreira. Agora, o lutador tem seis resultados positivos em sequência, todos eles pelo Bellator.

Superado no evento, Coates deu trabalho, mas não convenceu a maioria dos juízes. O atleta, assim, estreia com derrota na companhia.

Aniversariante atropela e mantém invencibilidade

A. Colgan (esq.) bateu B. Nuro (dir.) no Bellator 283. Foto: Reprodução/Instagram

No dia em que completou 27 anos, Archie Colga se deu um grande presente. Adversário de Bryan Nuro no confronto que abriu o confronto, o jovem não teve dificuldades em seu retorno ao Bellator. Depois de controlar o oponente por dois assaltos, o norte-americano conquistou o triunfo com um nocaute devastador no último round.

Promessa da organização, Colgan aceitou o confronto no Bellator 283 com três semanas para a realização do evento. Com a vitória, o atleta ampliou a invencibilidade na carreira. Agora, o lutador soma cinco resultados positivos em sequência.

Superado no show, Nuro, que estreou na companhia, tem muito o que lamentar. O tropeço fez com que o combatente atingisse a marca de três derrotas seguidas.

Resultados do Bellator 283

Resultados do Bellator 283

CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília)

Peso meio-médio (até 77kg.): Jason Jackson derrotou  Douglas Lima na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 50-45)

Peso leve (até 70,3kg.): Tofiq Musayev derrotou Sidney Outlaw por nocaute técnico a 27seg. do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Usman Nurmagomedov finalizou Chris Gonzalez com uma guilhotina a 2m54s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Lorenz Larkin x Mukhamed Berkhamov terminou ‘sem resultado’ por cotovelada ilegal de Larkin no R1

Peso pesado (até 120,2kg.): Marcelo Golm finalizou Davion Franklin com um estrangulamento a 4m36s do R3

CARD PRELIMINAR (20h, horário de Brasília)

Peso médio (até 83,9kg.): Dalton Rosta derrotou Romero Cotton por nocaute técnico a 38s do R3

Peso mosca (até 56,7kg.): Veta Arteaga finalizou Vanessa Porto com uma guilhotina a 3m47s do R2

Peso leve (até 70,3kg.): Gadzhi Rabadanov derrotou Bobby King na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena (até 65,7kg.): Akhmed Magomedov finalizou Kai Kamaka III com um mata-leão a 1m16s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Roman Faraldo derrotou Luis Iniguez por nocaute a 3m42s do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Jaylon Bates derrotou Mark Coates na decisão dividida dos juízes (30-27, 28-29, 29-28)

Peso casado (até 72,5kg.): Archie Colgan derrotou Bryan Nuro por nocaute técnico a 1m15s do R3

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC