Sonnen admite rejeição no Brasil, mas não se diz preocupado com ameaças

“Se você quiser atacar alguém, eu não deveria estar no topo da sua lista”, diz americano, que será treinador do TUF Brasil 3

Chael Sonnen. Foto: Josh Hedges/UFC

Chael Sonnen. Foto: Josh Hedges/UFC

Escalado para treinar uma das equipes do reality show The Ultimate Fighter Brasil 3, Chael Sonnen não se mostrou preocupado com possíveis ameaças de torcedores brasileiros durante sua passagem no país.

O lutador norte-americano ganhou a antipatia de parte do público por conta de declarações provocativas antes de suas lutas contra Anderson Silva, na qual ele atacou o então campeão dos médios e outros lutadores do país, como os irmãos Rodrigo e Rogério Nogueira.

Em entrevista ao site MMA Weekly, Sonnen reconheceu a seriedade das ameaças, mas descartou estar preocupado. “As ameaças são bastante reais. Algumas tentativas foram feitas, mas é assim que as coisas são. Eu não vou viver minha vida com medo. Se você quiser atacar alguém, eu não acho que eu deveria estar no topo da sua lista. Mas eu não penso muito nisso”, afirmou o lutador, que medirá forças com Wanderlei Silva no programa.

Para Sonnen, seu objetivo no programa é passar a sua experiência aos lutadores, independentemente de suas nacionalidades. Ele não mostrou preferencia por treinar lutadores brasileiros ou americanos. “Qualquer um dos dois estaria bom para mim, mas acredito que será um programa brasileiro. É isso que eu estou esperando, e isso será incrível. É um torneio muito difícil – os caras que passam por isso, independente se vencerem ou não, estão prontos para entrar no UFC”, observou.

“É muito difícil, e eu admiro os rapazes que querem entrar neste ambiente. Eu farei a minha parte, darei a minha experiência ao máximo que eu puder sem me importar de onde os lutadores são”, concluiu Sonnen, que já treinou no programa na 17a temporada, contra o time de Jon Jones.

O próximo compromisso de Chael Sonnen no UFC será no próximo sábado, em Las Vegas, quando irá enfrentar Rashad Evans.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments