Presidente revela que WSOF está reconsiderando a contratação de Toquinho

Ray Sefo também defendeu o brasileiro sobre a finalização segurada por tempo demais sobre Mike Pierce no UFC Barueri

R. Toquinho (foto) agora faz parte dos planos do WSOF. Foto: Divulgação

R. Toquinho (foto) agora faz parte dos planos do WSOF. Foto: Divulgação

Com as negativas do Bellator e do World Series of Fighting em aceitar Rousimar “Toquinho” Palhares após sua demissão pelo UFC, o futuro se apresentava complicado para o brasileiro. Porém, quando parecia que as portas estavam fechadas para Toquinho,  a direção do WSOF se mostrou disposta a reconsiderar sua posição. Em entrevista ao site “MMA Junkie”, o presidente da organização Ray Sefo falou sobre a possibilidade de acertar com Rousimar.

“Inicialmente, devo admitir que não achava que agradaria ao World Series of Fighting a ideia de trazer Palhares a bordo. Mas eu conversei com nossa equipe, assim como algumas pessoas que eu confio na indústria (de lutas), e eu não tenho tanta certeza de que ele não merece outra chance. Nós não tomamos nenhuma decisão concreta ainda, mas eu acho que Palhares poderia ser uma parte valiosa de nossa organização”, afirmou Sefo.

O dirigente também defendeu o brasileiro no episódio da finalização sobre Mike Pierce que culminou em sua demissão, e afirmou que os comentários de Renzo Gracie sobre o ocorrido o ajudaram a formar sua opinião. “Eu estava um pouco indignado no início, assim como várias pessoas. Mas acho que Renzo explicou isso muito bem e abriu meus olhos. Eu não acho que Palhares é um ser humano ruim e suas habilidades como lutador são inegáveis. Ele não é uma pessoa ruim ou um lutador sujo, ele não está tentando machucar as pessoas. Estou começando a pensar que ele poderia ser uma boa adição ao nosso elenco”, finalizou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments