Mike Tyson surpreende e revela que guarda ‘boas lembranças’ de seu período na prisão

'Iron Mike' relata experiências e afirma que conseguiu 'ter paz' enquanto esteve atrás das grades

M. Tyson (foto) em entrevista. Foto: Reprodução/Instagram

Além de lenda do boxe, Mike Tyson é uma figura controversa e surpreende com declarações fora do ringue. Agora, em participação no podcast ‘The Pivot’, o ‘Iron’ declarou que guarda boas lembranças do período em que esteve preso, já que ele tinha uma tranquilidade e podia, assim, manter o equilíbrio em sua vida.

PUBLICIDADE:

A prisão, em questão, aconteceu em 1992, quando Tyson foi condenado por seis anos sob sentença de estupro. Ele negou as acusações, mas ficou ‘atrás das grades’ por um longo período. Depois de sair, o norte-americano conseguiu se reerguer na carreira e se tornou campeão peso pesado da WBC (Conselho Mundial de Boxe) e da WBA (Associação Mundial de Boxe).

Veja Também

“Eu sou grato. Sou um cara legal, uma boa pessoa. Tratei todo mundo muito bem e tive três dos melhores anos da minha vida na prisão. Eu tinha paz e apenas me dediquei ao meu equilíbrio. Você precisa de sanidade para ditar parte de sua vida. Eu corria, fazia 12 ou 13 quilômetros ao meu redor. Corria por quatro horas, pulava em meu quarto. Minha cela tinha peso de concreto e eu a afundei com os pés no chão. Cheguei com 129kg. e, quando saí, estava com 97,5kg”, declarou Tyson.

PUBLICIDADE:

Aos 55 anos, Mike, que estava aposentado do boxe profissional desde 2005, retornou aos ringues em uma luta de exibição contra o veterano Roy Jones Jr. Na ocasião, o combate terminou empatado, mas ‘acendeu’ um desejo em ‘Iron’, que especula outros duelos na modalidade. Em sua trajetória na ‘nobre arte’, são 50 vitórias – sendo 44 nocautes -, seis derrotas e duas lutas sem resultado.

Podcast #74: O Adeus trágico a Leandro Lo +Derrotas brasileiras no UFC Vegas 59